A FCA, Fiat Chrysler Automóveis aderiu oficialmente nesta quarta-feria, 14, ao IPT Open Experience, projeto liderado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT) para desenvolvimento e incorporação de inovação hardtech nos negócios.

Por meio da parceria de inovação aberta, empresas se conectam com pesquisadores e corpo estratégico da rede de Centros Tecnológicos e laboratórios de pesquisa da instituição fundada há 120 anos. Com isso, a FCA pretende acelerar o desenvolvimento de tecnologias para o carro conectado, com ênfase na validação dos sistemas de infotenimento e conectividade veicular.

“No contexto atual, a inovação aberta ajuda muito a ampliar as possibilidades de desenvolvimento de novas soluções em prazo mais curto. As oportunidades e demandas atuais exigem competências e conhecimentos que nem sempre possuímos internamente”, justificou Antonio Filosa, presidente da FCA para a América Latina, que participou de evento digital para formalização da empresa ao projeto.

Anúncio

“Esta é, na verdade, a continuidade de uma longa história de parceria com o IPT. Iniciamos a nossa colaboração nos anos de 1970, nos esforços para desenvolver o primeiro carro a álcool do Brasil”, acrescentou o executivo, referindo-se ao modelo 147, primeiro veículo brasileiro de série a rodar com o biocombustível.

LEIA MAIS

→ FCA propõe união das montadoras para o Brasil produzir câmbio automático


Foto: Divulgação