Com a finalidade de contribuir para o desenvolvimento da indústria automobilística da China, a Chery e a Huawei firmaram acordo de cooperação que visa buscar soluções nas áreas de computação em nuvem e big data, de olho na produção de carros cada vez mais inteligentes e conectados com o ambiente no qual circulam.

Anunciada nesta quinta-feira, 14, a parceria unirá as expertises das duas empresas para explorar as possibilidades de aplicações inovadoras, como a que permite a comunicação do carro com tudo o que está ao seu redor (V2X). Dentre os produtos em foco estão o cockpit inteligente, computação a bordo, direção autônoma e energia inteligente.

A assinatura do acordo contou com a presença de Yin Tongyue, presidente da Chery, Wang Jun, presidente da Unidade de Negócios de Soluções para Carros Inteligentes da Huawei, Gao Xinhua, vice-presidente da Chery, e Chi Linchun, gerente geral de serviços de marketing e vendas da Unidade de Negócios de Soluções de Carros Inteligentes da Huawei.

Anúncio

Atentas às tendências de consumo e mobilidade do futuro, as empresas conduzirão a inovação de forma conjunta, para construir veículos capazes de criar uma experiência de mobilidade mais inteligente para os consumidores.

A expectativa é a de que esse novo acordo impulsione os negócios da Chery e da Huawei para transformar os veículos de produtos mecânicos em produtos inteligentes e definidos por softwares, ajudando a indústria automobilística da China a tornar-se referência global nesse contexto de transformação do setor.

Criada em 1999, com o lançamento do modelo Fulwin, a Chery atingiu, no último mês, a marca de 9 milhões de unidades vendidas. A partir de parceria com o Grupo Caoa, a marca chinesa está presente no Brasil com diversos modelos, dentre os quais o Tiggo 8 e o Arrizo 5. A empresa emplacou no ano passado cerca de 20 mil unidades no mercado brasileiro.


Foto: Divulgação/Caoa Chery