O Complexo Industrial da Nissan em Resende (RJ) iniciou produção do novo Kicks. O modelo tem lançamento marcado para março, quando também começa a ser exportado para Chile e Peru. Em abril, será a vez do mercado argentino.

Do pouco do que já foi revelado, tudo leva a crer que o novo Kicks siga as atualizações estéticas feitas na versão produzidas em Aguascalientes, no México, base de exportação da fabricante para os Estados Unidos.

Em primeira grande renovação, o Kicks ganha faróis dianteiros mais afilados e integrados por uma grade bem maior em relação ao visual atual. Como também já se mostra habitual nos aprimoramentos estéticos, deverá ganhar novos desenhos de rodas e alguma alteração na padronagem de revestimentos internos.

O conjunto mecânico ofertado atualmente prossegue, pelo menos neste primeiro momento. O SUV segue com motor flex 1.6 de 114 cv e 15,5 kgfm de torque associado ao câmbio automático CVT ou manual de cinco marchas em versão de entrada.

Anúncio

O novo Kicks terá pela frente a continuidade na disputa direta com Volkswagen T-Cross, porém, agora com o argumento de renovação. No ano passado, o modelo da Nissan acumulou 34,4 mil licenciamentos, enquanto o rival da marca alemã emplacou 60,1 mil unidades.

LEIA MAIS

Nissan cria área de inovação focada no brasileiro

Nissan do Brasil recebe sinal verde para ampliar exportação do Kicks