Inaugurada em outubro de 2014, a fábrica da BMW de Araquari, SC, está celebrando o marco de 25 mil modelos Série 3 produzidos localmente. Automóvel de maior demanda da marca no mercado brasileiro, ele foi o primeiro a sair da linha de montagem catarinense há pouco mais de 6 anos, quando estava em sua 6ª geração.

Das quatro montadoras premimum que investiram em produção no País em meados da década passada, a Mercedes-Benz suspendeu atividades no ano passado e a Audi decidiu dar uma pausa em suas operações, ainda sem decisão se as retomará ou não. Seguem firmes a BMW e a Jaguar Land Rover, que vêm ampliando participação por aqui.

A BMW fechou 2020 na liderança do segmento premimum no Brasil, com 12.437 emplacamentos. “O Série 3 é o carro premium mais vendido no País e estamos contentes em entregar qualidade e ajudar nossos clientes em realizar seus sonhos”, comenta Mathias Hofmann, diretor geral da fábrica do Grupo BMW em Araquari.

LEIA MAIS

BMW Série 3 ganha motor flex e chave digital

BMW lidera em carros e motos premium

Anúncio

Agora na sétima geração e com motor Flex Fuel, o Série 3 tem produção local nas versões 320i GP, 320i Sport GP e 320i M Sport, em sete cores. O modelo incorpora a tecnologia Digital Key, que foi desenvolvido com o apoio da equipe de engenharia brasileira. Também são produzidos em Araquari os modelos X1, X3 e X4.

Ao divulgar nesta quinta-feira, 11, o marco de 25 mil Série 3 produzidos na fábrica catarinense, a BMW destaca as ações de sustentabilidade naquela unidade industrial. Além de manter um constante monitoramento da flora e fauna que rodeiam o seu terreno, há diversos projetos de redução de energia, água e de emissão de resíduos para descarte.

A fábrica também conta com a utilização de energia proveniente de fontes renováveis, promovendo a redução das emissões deCO2 em suas atividades – o que rendeu a certificação I-REC, um instrumento de compensação do consumo de energia elétrica proveniente de fontes que emitem CO₂ na atmosfera.


Foto: Divulgação/BMW