Com recorde de vendas de motocicletas e crescimento de 300% nos emplacamentos de carros eletrificados, o Grupo BMW tem bons motivos para comemorar o seu desempenho em 2020. A marca se manteve na liderança do mercado de luxo tanto de automóveis como de motos e chegou ao final do ano com 250 pontos públicos de recarga próprios instalados no território nacional.

“Em um ano desafiador como 2020, continuamos líderes no mercado premium por nosso protagonismo digital, por lançarmos e desenvolvermos novas tecnologias e pelo empenho de nossa equipe, rede de concessionários e confiança dos clientes”, comentou Aksel Krieger, CEO e presidente do Grupo BMW no Brasil, ao divulgar nesta quinta-feira,14, o balanço da empresa no País.

Krieger informou ainda que a empresa pretender crescer em linha com os 15% estimados pela Anfavea para este ano e prometeu 20 lançamentos em 2021 das marcas BMW, Mini e BMW Motorrad. Entre eles, já estão confirmadas as novas versões do BMW M3 e a chegada do inédito Mini elétrico ao país.

LEIA MAIS

BMW comemora bodas de prata reforçando presença digital no Brasil

Anúncio

Volvo Car ganha participação no segmento premium

Em relação a 2020, o executivo destacou que um cada três automóveis premium vendidos no mercado brasileiro foi da marca BMW, com total de 12.437 emplacamentos, além de outros 1.275 de modelos Mini. Suas vendas de híbridos e elétricos no ano em que o grupo completou 25 anos de atuação no País bateram recorde, totalizando  1.132 licenciamentos.

Os modelos Série 3 e X1 foram responsáveis por 70% das vendas de automóveis da marca no País. Com relação a BMW Motorrad, a fabricante bateu recorde em 2020 com a comercialização de 10.425 unidades, o que representou crescimento de 3% frente a 2019, ante queda de 15% no mercado de veículos duas rodas em geral.

Destaque para o segmento acima de 500CC, no qual a BMW Motorrad teve liderança absoluta com 7.693 motocicletas emplacadas no ano passado, um crescimento 8% com relação a 2019. O Brasil foi líder mundial em emplacamentos de BMW G310 GS e F 850 GS.


Foto: Divulgação/BMW