Volvo e Marcopolo são protagonistas em novo serviço de transporte de passageiros na Guatemela. As fabricantes acabam de embarcar 30 ônibus para estrear operação intermunicipal no Transpinula, corredor exclusivo resultante de convênio entre os municípios de Santa Catarina Pinula e a Cidade da Guatemala.

Construídos com carroceria Marcopolo Torino e chassi Volvo B270F, os veículos atuarão em via segregada de 12 quilômetros que integrará Santa Catarina à linha 13 do Transmetro, sistema BRT da capital guatemalteca. Inicialmente o percurso terá 14 paradas, sistema de pré-pagamento e embarque e desembarque em nível com o ônibus. A operação deverá beneficiar 20 mil passageiros/dia.

O negócio é inédito para ambas as fabricantes com a prefeitura de Santa Catarina Pinula, pela primeira vez a responsável direta pela operação do transporte público da cidade. O munícipio tem 80 mil habitantes e faz divisa com a capital, além de representar uma das maiores demandas por transporte na região.

Fruto de conquista de licitação, a transação teve participação da Tecun, importador da Volvo na Guatemala, e Centrobus, representante da Marcopolo na América Central. Para Alexandre Selski, diretor de vendas estratégicas da Volvo Buses, a inauguração do corredor representa passo para novo sistema de transporte.

“Vencer a licitação, fornecer com exclusividade os ônibus e participar do começo dessa transformação é muito relevante para a Volvo, marca que tem longa tradição e experiência em sistemas integrados de transporte de passageiros”, resume.

“É muito importante este novo fornecimento, pois representa a primeira venda da Marcopolo para esta cidade da Guatemala e reforça a nossa presença na América Central”, destaca em nota André Vidal Armaganijan, diretor de Operações Internacionais e Comerciais da encarroçadora de Caxias do Sul (RS), lembrando que as exportações seguem abaixo dos volumes históricos devido à pandemia, mas que gradativamente vem retomando as vendas para as Américas de forma geral e África.

Anúncio

Os veículos têm 11,5 metros de comprimento com configurados para receber 62 passageiros, 33 deles sentados. Dotados com recursos BioSafe da Marcopolo, os ônibus trazem pega-mãos com material antimicrobiano, dispenser de álcool em gel na porta dianteira, além de sistema de ventilação com dois circuladores de ar. Contam ainda com espaço dedicado para cadeirante e quatro câmeras de monitoramento interno e externo.

LEIA MAIS

→Volvo aposta na volta dos investimentos em ônibus rodoviário em 2021

→Volvo e Marcopolo exportam para Guatemala

→Marcopolo lança nova tecnologia de biossegurança


Foto: Volvo/Divulgação