A Volvo e a Marcopolo enviaram novo lote de 20 unidades do chassi articulado B340M com carroceria Viale BRT para a Cidade da Guatemala. Os veículos reforçarão a capacidade de atendimento do Transmetro, sistema de BRT da capital do país, utilizado diariamente por volta de 415 mil passageiros.

A fabricante está presente no Transmetro desde o início da operação em 2007 e segue conceito já adotado por diversas metrópoles da América Latina para aumentar e melhorar o serviço de transporte público. No caso, os modelos embarcados têm capacidade para 180 passageiros e deverão entrar em operação em setembro.

Com a introdução dos novos ônibus no sistema, a marca terá participação de 57% na frota de pesados. “Com as novas entregas serão 116 ônibus Volvo rodando no BRT”, calcula Alexandre Selski, diretor de vendas da Volvo Buses na América Latina.

O Transmetro se apresenta como um dos mais tem recebido atenção na região. Começou com a operar com 11 quilômetros de vias segregadas e hoje cobre toda a Cidade da Guatemala com mais de 120 quilômetros. Ao todo são 350 ônibus em operação, divididos por sete linhas, duas delas exclusivas para veículos de grande capacidade. O sistema tem 79 estações de embarque e desembarque e 8 terminais de integração entre linhas.

Anúncio

Devido à pandemia da covid-19 e as restrições impostas, a entrega técnica dos veículos à Empresa Municipal de Transporte, a operadora, foi feita por vídeo conferência em parceria com a Marcopolo. Os ônibus também seguem com cobertura de plano de manutenção.

De acordo com dados da Volvo, a marca lidera participação nos sistemas de transporte de passageiros na América Latina com ônibus articulados e biarticulados, com fatia em torno de 50%.

LEIA MAIS

→Volvo: 100 mil caixas I-Shift produzidas no País.

→Volvo participa da renovação da frota de Santiago com mais 200 ônibus


Foto: Volvo/Divulgação