ASabó está com inscrições abertas para receber projetos de startups interessadas em participar do Programa Rota 2030. Inscrita na categoria “Desafio Automotivo”, a fabricante de retentores, juntas e sistemas integrados de vedação visa aprimorar processos industrias com prazo máximo de execução de 24 meses e fez parceria com o Senai-SP para desenvolver ações nesse sentido.

Os interessados têm até o dia 4 de maio para realizar inscrição, que deve ser feita por meio da “Plataforma Inovação para a Indústria” acessando o http://plataforma.editaldeinovacao.com.br/. A Sabó atua como empresa âncora para que as startups com menos de 5 anos de existência participem dos projetos.

O Programa do Senai oferece recursos no valor de R$ 2 milhões a R$ 8 milhões por empresa âncora, perfazendo um total de R$ 32,86 milhões para o projeto Rota 2030 Desafios Automotivos autorizado junto à pasta coordenadora no Distrito Federal. A chamada temática da Sabó totalizará R$ 2 milhões, onde cada um dos projetos poderá alcançar entre R$ 400 mil a R$ 600 mil.

A fabricante de autopeças pretende implantar quatro processos industriais, dentre os quais o de pesagem automática inteligente e rastreável de fluorelastômeros e extrusão de borracha fluorada supervisionada e conectada para auto ajuste e aprimoramento com inteligência artificial, incluindo rastreabilidade e armazenamento das variáveis do processo para tratamento com Analytics.

Os outros dois processos visam redução automática de estoque na retirada de componentes do almoxarifado da manutenção e absorção de horas trabalhadas em ordens de fabricação, com flexibilidade e pronta resposta nos sistemas de apontamento – integrando a folha de pagamento, custeio e produtividade.

Anúncio

LEIA MAIS

Sabó confirma pedido de recuperação judicial

Eficiência energética e emissões: benefícios do Rota 2030 e riscos do Proconve.

Sindipeças lança guia para o Rota 2030

A empresa informa que há desafios, em cada um desses processos, que devem ser cumpridos e resolvidos pelas empresas escolhidas e pode ser apresentado mais de um projeto por empresa. Os projetos serão analisados por ordem de inscrição na etapa de avaliação.

“Entendemos que esta iniciativa, mais do que nos auxiliar em processos dentro da Sabó, envolve outro e adicional avanço na participação de projetos do Rota 2030. Desta vez, junto ao Senai, fortalecemos nossa posição entre apoiadores do desenvolvimento tecnológico do País”, comenta Ricardo Avila, diretor de operações da fabricante de autopeças. “Sustentamos protagonismo nas frentes de soluções, processos e qualidade, destacando soluções de competitividade desde a cadeia de suprimentos, passando pela manufatura e consolidando com soluções na distribuição.”, encerra Avila.


Foto: Divulgação/Sabó