Osetor de locação de veículos continua enfrentando dificuldades para renovar frota e até mesmo atender clientes de alguns segmentos por causa da reduzida velocidade da produção da indústria automotiva brasileira devido à falta de insumos e componentes, principalmente semicondutores.

A fila de espera para compra de carros está entre 120 a 180 dias, com alguns modelos levando atingindo prazo de oito meses, ou seja, só serão entregues em 2022. Diante do atual quadro, a Abla, Associação Brasileira das Locadoras de Veículos, já revisou de 450 mil para 400 mil unidades a expectativa de compras para este ano.

“O cenário como um todo é meio desalentador”, diz o presidente do Conselho Nacional da Abla, Paulo Miguel Jr. “A situação se agravou e tem montadora que já não aceita mais pedido para este ano, como o é o caso do Volkswagen com o Gol”.

No final do ano passado a fila de espera variava de 90 a 180 dias, ou seja, havia disponibilidade de alguns produtos em prazo menor do que os existentes hoje. Miguel Jr. comenta que os pedidos que serão feitos pelas locadoras a partir de junho só vão chegar em suas mãos no ano que vem.

LEIA MAIS

Locadoras deixarão de receber 100 mil veículos este ano

Anúncio

Com estoques reduzidos, cresce a fila de espera por alguns veículos

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 26, pela Abla, com informações do Serpro, Serviço Federal de Processamento de Dados, mostra que as locadoras compraram 122.561 veículos no primeiro quadrimestre deste ano, o que corresponde a 20,4% dos emplacamentos de automóveis e comerciais leves nacionais (600.014, segundo a Anfavea) no período.

“Unidades encomendadas entre outubro e novembro de 2020 chegaram às locadoras apenas agora no primeiro quadrimestre”, lembra Paulo Miguel Jr., informando ainda que houve pequena redução na frota do setor, que baixou de 1.007.000 veículos no final do ano passado para 1.004.000 em abril.

Dentre os reflexos desse quadro todo no setor de locação destaca-se a falta de produto para atender clientes interessados em alguns serviços, principalmente o de assinatura de carro, uma modalidade que vem crescendo no País. “A fila de espera nas locadoras está na faixa de 120 dias. Não temos veiculo para pronta entrega”, comenta o presidente da Abla.


Foto: Divulgação/Abla