Com a produção do Onix paralisada em Gravataí, RS, desde março por causa da falta de semicondutores, a General Motors não só perdeu participação no mercado como ficou de fora do ranking mensal dos dez automóveis e comerciais leves mais vendidos no País.

O líder em maio foi o Fiat Argo, com 10,9 mil emplacamentos, seguido por outros dois modelos da marca italiana, a picape Strada (9.918 licenciamentos) e o compacto Mobi (7.443). A Stellantis, que reúne também as marcas Jeep, Peugeot, Citroën e Ram, emplacou cinco dos dez veículos mais vendidos no Brasil, com o Jeep Renegade em quarto lugar (7.361 unidades) e o Compass (6.136) em oitavo.

Os outros cinco modelos que compõem o Top 10 são o Hyundai HB20, em quinto lugar, com 7.291 emplacamentos, seguido do Hyundai Creta (6.983 unidades) e Volkswagen Gol (6.795). Em novo lugar aparece o Volkswagen T-cross, com 5.487 unidades comercializadas e, em décimo, o Renault Kwid (4.852).

Anúncio

LEIA MAIS

Mercado de veículos reage em maio, com alta de 7,5% sobre abril

No acumulado dos cinco primeiros meses a líder de mercado é a Fiat Strada, com 51.369 emplacamentos e 6,1% de participação. O Chevrolet Onix, que até o ano passado liderava o ranking dos dez mais, aparece em segundo lugar nas vendas de janeiro a maio, com 38.980 unidades vendidas (fatia de 4.6%).

Na sequência vêm o HB20 (37,8 mil unidades), Renegade (33,105), Argo (32,5 mil), Gol (32,2 mil), Mobi (31,8 mil), Fiat Toro (28,2 mil), Creta (27,6 mil) e Onix Plus (27,3 mil).


Foto: Divulgação/Fiat