Próximo a ser novamente oferecido no País, além de outros mercados da América do Sul, o Ford Transit começou a ser produzido no Uruguai. A operação é uma parceria com a Nordex, proprietária de fábrica de veículos em Montevidéu.

Segundo a Ford, a fábrica da Nordex representa a quinta unidade responsável pela produção do modelo no mundo, depois das instalações na Turquia, Rússia, China e Estados Unidos. Para colocar o modelo na linha de montagem uruguaia, as empresas investiram US$ 50 milhões.

Conforme conta Daniel Dupas, diretor de Qualidade da Ford América do Sul, o projeto aliou o produto da marca com a experiência na produção de veículos da Nordex, “com uma estrutura de produção adequada para atender o tamanho e as necessidade do nosso mercado”.

“Todos os sistemas de qualidade da manufatura e do produto são os mesmos empregados nas demais fábricas da Ford no mundo, com um controle robusto de todas as fases da montagem até o produto final.”

A Nordex também tem parcerias com a Stellantis, para a qual produz os utilitários Peugeot Expert e Citroën Jumpy, bem como com a Kia na montagem do Bongo.

Anúncio

A princípio, com já revelado, a marca oferecerá no Brasil a versão Minibus. A linha terá opções para 14, 15, 17 e 18 assentos, mais o motorista, além da variante vidrada, destinada a configurações personalizadas. Os preços ainda não foram divulgados.

Os furgões, de acordo com a Ford, virão em uma próxima etapa. A marca promete sete versões e 12 catálogos dentre modelos de passageiros e de carga.

O Ford Transit já foi oferecido no Brasil de 2008 a 2014, importado da Turquia. Ao longo do período, foram negociadas por volta de 10 mil unidades.

LEIA MAIS

→Venda da Transit para passageiros será iniciada em outubro

→Com Transit, Ford cria divisão de veículos comerciais na América do Sul


Foto: Ford/Divulgação