OBMW X3 híbrido plug-in já está à venda no Brasil. O  novo SUV médio começa sua trajetória no mercado interno nas versões xDrive 30e X-Line, com preço sugerido de R$ 399.950,00, xDrive30e M Sport, que custa R$ 439.950,00, e  xDrive30e M Sport Launch Edition, R$ 449.950,00.

Produzido nos Estados Unidos, o X3 tem alterações estéticas na carroceria, como na grade dianteira, agora de maior porte, farois e lanternas traseiras em led. Detalhes visuais diferenciam as três versões: a X-Line apela para um visual  mais aventureiro, enquanto a M Sport, cumpre o perfil esportivo, com vários elementos em preto, e a Launch Edition traz a grade frontal preta e volume limitado de unidades.

Sob o capô, as três versões contam com os mesmos motores a combustão e elétrico, que podem ser utilizados em conjunto ou separadamente. O 2 litros a gasolina é um turbo de 184 cv. Combinado com o elétrico, o SUV tem disponíveis 292 cv e 420 Nm de torque total. A transmissão é automática de oito marchas e tração, integral nas quatro rodas. O X3 faz de zero a 100 km/h em 6,1 segundos.

BMW X3

Segundo a BMW, o motor elétrico pode movimentar sozinho o SUV ao longo de 46 km e atingir até 135 km/h. Por segurança, até 30 km/h o veículo emite ruído artificial para alertar os pedestres.

Para carregar integralmente a bateria do X3 em um wallbox, são necessárias 3 horas ou até 9 horas em um carregador portátil de 120 v ou 5h30 em um de 220 v. O modo Battery Control permite recarregar o veículopor meio do motor a combustão e manter a carga desejada para as baterias entre 30% e 100%. Assim, o veículo é movido, principalmente, pelo motor a combustão até atingir o nível desejado das baterias.

LEIA MAIS

Anúncio

→ BMW confirma chegada de elétricos i4 e iX no Brasil “em breve”

→ BMW trocará airbags de 52 mil veículos no Brasil

O painel combina duas telas de 12,3 polegadas para o quadro de instrumentos e a central iDrive. Conectividade, conforto e serviços são assegurados pela assistente virtual Alexa e a compatibilidade com Android Auto e Apple CarPlay, além do My BMW, aplicativo que conta com várias funções remotas. Com ele, é possível localizar o veículo, trancar ou destrancá-lo, checar se as janelas estão abertas, saber do processo do carregamento, da autonomia e até onde estão os pontos de recarga mais próximos.

O utilitário esportivo tem como itens originais de série vários sistemas de auxílio de direção — dentre eles estacionamento autônomo, sensor de ponto cego, controle e correção de mudança de faixa e aviso de tráfego cruzado — e de conforto, como ar-condicionado de três zonas, teto solar panorâmico e bancos revestidos de couro.

BMW X3

A versão M Sport conta ainda  com a sofisticação do sistema que interpreta gestos do motorista e do passageiro para, por exemplo, aumentar ou diminuir o volume e rejeitar chamadas, além de faróis Laserlight, cuja iluminação chega a 650 metros de distância.

O X3 tem participação limitada nas vendas da BMW no Brasil. Em 2020, somente 740 unidades foram negociadas, sendo 479 importadas e o restante montado em Araquari, SC. No total, a  marca vendeu 12,4 mil veículos, 4,8 mil apenas do Série 3.


Foto: Divulgação