Ao considerar todos os segmentos – automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, implementos e motocicletas -, o mercado de veículos usados encerrou o acumulado do ano até outubro com 12,7 milhões de transações. Além de registrar crescimento de 30,84% em relação ao mesmo período do ano passado, quando anotou 9,7 milhões de negócios, representa o maior volume para os dez meses já registrado desde 2005, quando a Fenabrave iniciou a série dos dados de usados.

O desempenho mensal, no entanto, marca a segunda queda consecutiva. Em outubro, mais de 1,2 milhão de veículos trocaram de dono, redução de 8% na comparação com setembro, como também de 17% em relação ao mesmo mês do ano passado.

De acordo com a Fenabrave, o menor número de dias uteis no mês passado, de 20 dias contra 21 em setembro, influenciou no resultado, mas também a baixa oferta de produtos.

Anúncio

“A crise global de abastecimento de veículos aqueceu muito este mercado, tanto que, se compararmos com outubro de 2019, antes da pandemia, a relação era de 3,7 usados para cada 0 km vendido. Em outubro de 2021, a proporção cresceu para 4,4 usados a cada novo comercializado”, avalia Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave em relatório apresentado na sexta-feira, 5.

LEIA MAIS

→Mercado de veículos usados recua em setembro


Foto: Divulgação