Por Redação| autoindustria@autoindustria.com.br

Ao anotar 385 licenciamentos no mês passado, a JAC apurou crescimento de 55,9% sobre junho do ano passado, quando as vendas da marca somaram 247 unidades. O desempenho da marca chinesa foi bem superior ao do mercado total de automóveis que, na base de comparação, registrou alta de 2,7% com 194.349 unidades contra 189.229 emplacadas há um ano.

No acumulado do ano também a importadora apresentou resultado acima da média do mercado com alta de 33% ao vender 2.200 unidades de janeiro a junho de 2018 contra 1.654 veículos licenciados no primeiro semestre do ano passado.

Sergio Habib, presidente da JAC Motors Brasil, avalia que embora o mercado tenha crescido 20% no primeiro quadrimestre, as vendas em maio e junho registraram índices de crescimento menores, de 2,6% e 2,7%, respectivamente, trazendo para baixo o resultado do acumulado do primeiro semestre, para 13,6%

“Em maio, a desaceleração foi causada pela greve dos caminhoneiros. Já em junho, a fraca performance do mercado automotivo teve diversas causas, sendo que a principal delas foi a queda de confiança do consumidor”, observa Habib. “Houve vários motivos para isso: consequências da própria greve, alta do dólar, queda da Bolsa e indefinição do processo eleitoral deste ano. Todos esses temas reunidos minaram a confiança”, lembrando que mês de Copa do Mundo também atrapalha a venda de automóveis.

LEIA MAIS

→JAC T80 confirmado para novembro

→JAC T40 ganha câmbio CVT

→JAC confirma fábrica em Goiás

Em virtude do desempenho verificado nos dois últimos meses, a importadora revisou sua projeção de crescimento para 2018. Agora, em vez da estimativa anterior de dobrar as vendas, a JAC espera alcançar crescimento de 50%, em mercado total de automóveis que deverá registrar alta de 8%.

Para obter o resultado esperado, a JAC adianta que conta com a regularização nas entregas de seu carro-chefe, o T40 CVT, além de prever mais dois lançamentos ainda este ano, um deles já confirmado, o JAC T80.


Foto: JAC Motors Brasil/Divulgação