Por Redação

A Mercedes-Benz tem se destacado com o acerto de vendas volumosos em mais um ano de mercado de caminhões pouco comprador. Depois de fechar uma venda de 524 caminhões para Raízen no fim de maio, a montadora acaba de anunciar mais um grande negócio com a Transgrãos, empresa do agronegócio de Patos de Minas (MG), que comprou 105 caminhões Axor. Com isso a fabricante de São Bernardo do Campo (SP) amplia a presença na frota da transportadora mineira para 280 veículos, 75% do total.

Os modelos adquiridos são os Axor 2536 6×2 que, de acordo com Elias Caixeta, presidente da Transgrãos se mostrou como a melhor solução para transferir semente de milho em espiga do campo para as unidades de beneficiamento. “Com este caminhão podemos utilizar um semirreboque graneleiro de 13,60 metros de comprimento, o que nos dá uma excelente capacidade volumétrica de carga, que é o que precisamos.”

Anúncio

Caixeta adianta ainda que a compra está atrelada a novos contratos, como também inserida na estratégia da empresa em ampliar suas atividades. A Transgrãos atua no setor há mais de 26 anos com o transporte de sementes de milho em espiga, além de prestar serviços terceirizados como colheita mecanizada secagem, classificação de sementes e armazenagem climatizada. A companhia está presente em Minas Gerais, Mato Grosso, Goiás, São Paulo, Paraná e Bahia.

Na mais recente estimativa da Conab, a Companhia Nacional de Abastecimento, divulgada agora em agosto, a produção total de milho deve superar 97 milhões de toneladas na safra 2016/2017, crescimento de 46% na comparação com a safra anterior. Trata-se do segundo mais importante produto agrícola do País, atrás da soja que deverá colher 114 milhões de toneladas.


Foto: Mercedes-Benz/Divulgação