Por George Guimarães

No dia 14 de julho o AutoIndústria noticiou que a FCA acabara de anunciar, nos Estados Unidos, recall de 1,3 milhão de veículos em todo o mundo para troca de alternador e também para reparo na instalação do airbag do motorista. Neste segundo caso, perto de 233 mil unidades do Fiat Freemont fabricadas de 2012 a 2015 estariam envolvidas.

Procurada pela reportagem aqui no mesmo dia, a empresa não soube dizer se algumas delas vieram para o Brasil. Pois na última sexta-feira, 22, a montadora divulgou nota relatando a necessidade da intervenção em exatos 23.240 veículos que foram importados do México.

Anúncio

A FCA, assim, levou mais de dois meses — precisos 71 dias — para também alertar o consumidor brasileiro do potencial problema que, conforme a própria montadora nos Estados Unidos, pode acarretar curto circuito e, neste caso, até mesmo incêndio.

Em comunicado a empresa  informou que somente a partir da última segunda-feira, 25, os proprietários deveriam agendar  comparecimento às concessionárias da marca “para  seja providenciada, gratuitamente, a análise e, se necessária, a reparação ou substituição da fiação do volante de direção do veículo, bem como a instalação de uma proteção que evitará a ocorrência de desgaste na fiação, tendo em vista a possibilidade de curto-circuito, com o acionamento involuntário do air bag”.

“Tal situação”, prosegue o texto, “poderá aumentar o risco de acidentes, com consequentes danos físicos e materiais ao condutor, aos passageiros e a terceiros”.

O procedimento, calcula a montadora, demandará cerca de 1 hora. Os veículos convocados no recall nacional têm numeração de chassi 3C4BFAAB1ET100146 a 3C4PFABB7ET735909 e a empresa coloca à disposição dos proprietários a Central de Serviços ao Cliente Fiat pelo telefone 0800 707 1000 ou o site www.fiat.com.br para mais informações.


Foto: Divulgação/FCA