Por Redação

As alemãs OSRAM e Continental  anuciam a criação da joint venture global OSRAM Continental GmbH. A nova empresa, com participação igualitária dos dois grupos,  terá atuação autônoma e sede em Munique, Alemanha.  “Com a parceria, [Osram e Continental]  estarão aptas a oferecer uma ampla variedade de soluções de iluminação de ponta, voltadas especialmente para aplicações em faróis dianteiros e traseiros”, afirmou o CEO da Osram no Brasil, Ricardo Leptich.

A nova estrutura começa a operar já no ano que vem e, calculam as empresas, deve gerar  vendas anuais de € 400 a €600 milhões. Serão 1,5 mil funcionários em dezessete países. As operações do módulo automotivo Solid State Lighting (SSL) da OSRAM serão transferidas para a joint venture, assim como o setor de controle de luz da unidade de negócios Body & Security da Continental.

“A joint venture é um sinal de que a Osram está focando seus esforços consistentemente na digitalização. A expertise em software e eletrônicos da Continental é o complemento perfeito para nossa liderança em tecnologia na iluminação automotiva. Isso criará uma empresa prospectiva para a iluminação automotiva digital”, pontua Stefan Kampmann, CTO da Osram Licht AG.

Anúncio

“O ritmo da inovação no segmento de iluminação na indústria automotiva é rápido, e o software está fortalecendo essa dinâmica”, completa Helmut Matschi, membro do comitê executivo da Continental. “Enquanto a expertise de iluminação convencional permanece importante para nossos clientes, a adição de eletrônicos para permitir novas funções de luz está ganhando cada vez mais importância. A joint venture sistematicamente combinará essas duas áreas e as elevarão a um novo nível”, acrescenta.

O crescimento no mercado sistemas de iluminação dianteira baseada em semicondutores está na faixa dos dois dígitos ao ano, diezem as empresas. Estudos de mercado indicam que, já por volta de 2025, mais da metade dos novos carros  poderão ser equipados com essa tecnologia.


Fotos: Divulgação/Osram