Por Redação

A FCA, Fiat Chrysler Automobiles, exportou mais de 145 mil veículos no ano passado, o melhor resultado de toda a sua história desde que a Fiat aqui se instalou em 1976. Com relação às 93,5 mil unidades embarcadas em 2016, o crescimento foi de 55%. Os principais compradores dos seus produtos foram Argentina, México e Chile, dentre outros países da América Latina.

O modelo brasileiro da FCA com maior demanda no exterior foi o Fiat Mobi, que totalizou 29 mil unidades exportadas. Os demais produtos embarcados para os mercados latino-americanos foram a picape Strada, com 22,6 mil unidades, Jeep Renegade (19 mil), Fiat Toro (17 mil) e Fiorino (15,7 mil).

De acordo com nota da empresa, a FCA optou em concentrar esforços de exportação na região e, com base em uma gama renovada de produtos de classe mundial, pretende intensificar ainda mais suas vendas para fora este ano:

“O tradicional intercâmbio comercial com a Argentina vai ser reforçado, ao mesmo tempo em que a ofensiva aponta para conquistar novas fatias de participação em mercados importantes como México, Chile, Peru, Colômbia e outros países latino-americanos”. O melhor resultado na área externa antes do recorde de 2017 foi registrado em 1989, quando a Fiat embarcou 106,8 mil veículos completos principalmente para a Europa.

Assim como a FCA, outras montadoras aqui instaladas investiram em novos negócios no exterior nos últimos anos para compensar, ao menos em parte, as perdas do mercado interno entre 2013 e 2016. Tanto é que o setor como um todo registrou recorde de exportações em 2017, com 762 mil veículos embarcados, 46,5% a mais do que no ano anterior.

Anúncio

Leia mais Recorde de exportações pode ser batido novamente em 2018

Mercado interno – No comunicado sobre as exportações recordes de 2017, a FCA também comentou sobre o seu desempenho no mercado interno, informando que encerrou o ano com mais de 380 mil veículos comercializados no Brasil, o que representou participação  de 17,5% e a vice-liderança do mercado interno.

Leia mais Fiat domina com folga ranking dos comerciais leves

A empresa liderou importantes segmentos do mercado brasileiro, dentre os quais o de subcompacto, com a aceleração de vendas do Fiat Mobi para 54,3 mil unidades no ano, e o de picapes, com Toro e Strada, ambas da Fiat, cujas vendas superaram as 105,6 mil unidades no ano. Também foi líder em comerciais leves, com a Fiat Fiorino, e no segmento de SUVs, com o Jeep Compassa, que emplacou mais de 49 mil unidades no ano.

Leia mais SUVs e hatches pequenos: as vedetes de 2017.

 


Foto: Divulgação/FCA