A FCA anunciou na segunda-feira, 8 de outubro, que iniciou os preparativos da unidade industrial de Melfi, localizada no Sul da Itália, para produção de uma versão híbrida Plug-in do Jeep Renagade. A empresa adianta que o lançamento está programado para o início de 2020 e as primeiras unidades pré-série no ano que vem. Juntamente com a novidade, também estará na linha de montagem italiana o crossover Fiat 500X, mas em versão com motor a combustão.

A empresa informa que investe mais de € 200 milhões para a condução do projeto, o que inclui também adequações na fábrica e treinamento dos trabalhadores na aplicação da nova tecnologia.

LEIA MAIS

→FCA muda cúpula e Stefen Ketter deixa a empresa

→Jeep bate recorde mensal e FCA cresce 18% em agosto

Em 1º de junho passado, a companhia já havia anunciado que investiria € 9 bilhões (US$ 10,3 bilhões) em carros elétricos e híbridos nos próximos cinco anos para tornar os produtos adequados às legislações de emissões em todas as regiões em que atua. No anúncio, a empresa também se comprometeu a eliminar gradualmente os motores a diesel de seu portfólio de automóveis oferecidos na Europa até 2021.

Anúncio

“Com mais de 742 mil Renegade produzidos até hoje na Itália, a fábrica de Melfi e o Renegade se apresentam como a localização ideal e o produto perfeito para lançar o híbrido plug-in, fortalecendo ainda mais a oferta deste bem-sucedido Jeep”, diz em nota Pietro Gorlier, diretor de operações da região EMEA (Europa, Oriente Médio e África).

Até 2022, a FCA planeja oferecer um total de 12 sistemas de propulsão elétrico, o que inclui modelos 100% elétricos, híbridos e híbridos plug-in. Trinta modelos seriam equipados com um ou mais desses sistemas.

 


Foto: FCA/Divulgação