Líder de vendas de veículos importados no País, a Kia negociou no mês passado 867 modelos, alta de 18,6% sobre o desempenho apurado sem novembro de 2017, quando as vendas somaram 731 unidades.

Em relação a outubro, no entanto, o volume vendido representou queda de 9%. O recuo nos negócios foi atribuído pela quantidade menor de dias úteis. Enquanto novembro teve vinte, outubro contou 22, além do feriado do Dia da Consciência Negra em alguns munícipios do País.

De janeiro a novembro, a marca acumulou 10,7 mil unidades vendidas, o que representou crescimento de 39,6% na comparação com vendas de um ano atrás, de 7,6 mil veículos emplacados.

Em novembro, a liderança das vendas da empresa mais uma vez coube ao Sportage, com 388 unidades entregues. No ano, o modelo acumula mais de 5,1 mil unidades emplacadas em 2018. Depois do SUV, aparece o comercial leve Bongo, com 266 emplacamentos em novembro e pouco mais de 2,2 mil unidades no ano.

De acordo com José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors do Brasil a expectativa da empresa é encerrar o ano com 12,5 mil veículos negociados, abaixo dos 14 mil, portanto, que projetava ainda em outubro passado.

Anúncio

“Agora já nos preparamos para 2019, com a continuidade da expansão da rede autorizada de concessionárias e com a ampliação do nosso portfólio de produtos, na expectativa de que possamos trabalhar com a economia estável.”

LEIA MAIS

→Rio mais uma vez é uma das apostas da Kia

→Kia Sportage 2019 ganha facelift

→Kia mantém ritmo de crescimento acima de 43%


Foto: Kia/Divulgação