A Nissan América Latina atingiu venda de 223,8 mil veículos no ano fiscal 2018/2019, encerrado em 31 de março, o que representou expansãode 8,1% sobre o período anterior e participação recorde de 5% na região.

Também foram recordes o índice de expansão e o total comercializado – o maior desde a criação da unidade de negócios da região em 2014 -, com destaque para o desempenho no Brasil, onde a Nissan atingiu o seu melhor market share em um ano no mercado local de automóveis e comerciais leves, com fatia de 3,8%. As vendas no País cresceram 13,7% no ano fiscal, a partir dos bons números obtidos pelo Kicks, Versa e Frontier.

“Os excelentes resultados tanto em vendas como em participação e o constante crescimento que alcançamos nestes 5 anos, não apenas demostram o sólido desempenho que a Nissan vem tendo desde o seu lançamento na região, em 2014, como também nos colocam de forma sólida no caminho para atingirmos nosso objetivo de estar entre as três primeiras marcas do mercado”, avalia Guy Rodríguez, chairman da Nissan América Latina.

LEIA MAIS

Guy Rodriguez assumirá a Nissan América Latina

Tecnologia híbrida e-Power da Nissan poderá equipar carros brasileiros

Nissan alcança 300 mil veículos produzidos em Resende

Anúncio

Assim como no Brasil, a Nissan também registrou crescimento na Argentina, de 13,1%, com um posicionamento histórico de 3,2% de participação de mercado, um avanço de 1,2 ponto na comparação com o ano fiscal anterior.

No Chile, a marca emplacou 29.674 unidades e conquistou 7,2% de market share. Em março, particilarmente, a Nissan ocupou a segunda posição no mercado chileno, com 7,4% de participação. Esse índice foi de 4,5% no Peru, onde em seu primeiro ano de atividade a montadora comercializou 6.708 unidades.

Em outros 34 mercados onde a marca opera em parceria com importadores locais, a Nissan registrou no ano fiscal 2018/19 uma participação de mercado de 9% e um total de 71.083 unidades vendidas, representando 2.859 veículos a mais na comparação com o ano anterior.

Desenvolvido para agradar o perfil dos clientes da América Latina, o crossover Kicks teve o maior crescimento entre todos os modelos vendidos pela marca na região, com uma expansão de 24,8% em comparação com o ano anterior.

“A Nissan América Latina foi criada com uma sólida estratégia para acelerar o desenvolvimento da companhia em benefício dos consumidores”, comentou Rodríguez. “Desde o primeiro dia de nossas atividades temos o objetivo de compartilhar a paixão pelos veículos e levar a emoção da condução para a região”, acrescentou.


Foto: Divulgação/Nissan