Afrota brasileira teve crescimento de 1,9% no ano passado, atingindo 44,8 milhões de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus em circulação no País, ante os 43,4 milhões do ano anterior. Os dados constam da nova edição do relatório da frota circulante feito pelo Sindipeças, que revela uma idade média dos veículos brasileiros na faixa de 9 anos e seis meses no ano passado.

O número é similar ao de 2017, quando ficou em 9 anos e sete meses, mas em seis anos, de 2012 a 2018, a idade média aumentou 1 ano e um mês. E o envelhecimento da frota, pelas projeções do Sindipeças, deve se manter nos próximos dois anos, alcançando 9 anos e oito meses em 2019 e 9 anos e dez meses em 2020.

Do total da frota no ano passado, 28% dos veículos tinham idade média de até 5 anos, 55% entre 6 e 15 anos e 17% acima de 16 anos.

O Sindipeças estima que haverá crescimento da frota nos próximos dois anos, de 2,3% em 2019 e de 2,6% em 2020, alcançando, respectivamente, 45,8 milhões e 47,1 milhões de veículos.

A frota brasileira está predominantemente concentrada em cinco estados: São Paulo, com 30,4% do total, Minas Gerais (11,9%), Paraná (7,7%), Rio de Janeiro (7,6%) e Rio Grande do Sul (6,8%). Agregados, esses cinco estados respondem por 64,5% dos veículos em circulação no País.

Anúncio

Em 2018, os veículos flex representaram 67,1% da frota total e os veículos a gasolina, 22,2%. A participação dos veículos a diesel se manteve estável, na faixa de 10%. Os veículos híbridos e elétricos não aparecem no gráfico por sua baixa representatividade no total, mas já somam 11.038 unidades, ou 0,025% da frota total.

Por segmento, verifica-se total de 5,3 milhões de comerciais leves em circulação no País, dos quais 34% apresentam idade de até 5 anos e 58% entre 6 e 15 anos de uso.

A frota de caminhões totalizou 386,4 mil unidades em 2018, sendo que 19% tinha idade média de até 5 anos e 55% entre 6 e 15 anos de uso. A frota de ônibus totalizou 386,4 mil unidades em 2018, sendo que 21% apresentava idade média de até 5 anos e 59% entre 6 e 15 anos de uso.

A entidade também divulgou dados da frota de motocicletas, que alcançou 13,1 milhões de unidades em 2018, com declínio de 1,2% na quantidade de unidades em circulação. A idade média das motos é de 7 anos e nove meses em 2018.


Foto: Pixabay