Fabricante chinesa de equipamentos de refrigeração para caminhões e ar condicionado para ônibus, dentre outros produtos, a Zhengzhou Kaixue Cold Chain, detentora da marca SuperSnow, estreia no Brasil expondo seus produtos na Fenatran 2019, que acontece entre os dias 14 e 18 de outubro no Expo São Paulo, na capital paulista.

Na maior feira de transportes das Américas, a empresa vai apresentar três produtos em seu estande. Dois são equipamentos com compressor acoplado para distribuição de produtos resfriados em baú e ambos oferecem opção com stand-by elétrico. O KX-350 destina-se a baú de até 20 m3 e congelados até 15m3 e o KX-450 é ideal para baú de até 22 m3 e congelados até 16m3.

Tem ainda o KSD-800, equipamento com motor diesel independente e elétrico auxiliar para viagem de longa distância ou distribuição de produtos resfriados em baú de até 40 m3 e congelados até 32m3.

A decisão de vir para o Brasil baseia-se na perspectiva de expandir negócios por aqui no curto e médio prazos.  Segundo Paulo Lane, da empresa Market Assess, que está assessorando a SuperSnow na América Latina, o Brasil é o país da América Latina com maior potencial de crescimento do segmento de produtos perecíveis.

Os equipamentos que serão expostos na Fenatran, de acordo com a fabricante, trazem soluções que asseguram mais espaço útil para a carga. “Os evaporadores são ultrafinos para minimizar o espaço interno no baú e permitir maior espaço útil de carga”, explica Paulo Lane. “Os equipamentos têm controlador micro processado, com opção de Data Logger e utilizam gás refrigerante 404A”.

Anúncio

Apesar de neste primeiro momento operar apenas com equipamentos importados, a empresa promete investir no pós-venda e garante já estar em processo de desenvolvimento de uma rede de vendas e serviços nas principais cidades do País.

LEIA MAIS

Continental promove test drive do pneu Conti HAC 3 na Fenatran

Anfir promove rodada de negócios na Fenatran

“A SuperSnow utiliza componentes globais de primeira linha e tem um TCO (Custo Total de Operação – Total Cost of Ownership) menor do que os outros fabricantes. No pós-venda, a empresa é muito forte e presente em todos os mercados nos quais atua”, destaca Lane.

A Zhengzhou Kaixue Cold Chaininiciou iniciou o processo de internacionalização em 2006, com exportações para África, América Central e do Sul, Austrália, Oriente Médio, Sudeste da Ásia e outros. Atualmente exporta para mais de 70 países.


Foto: Divulgação/SuperSnow