Na tarde de sexta-feira, 18 de outubro, com os portões do São Paulo Expo ainda abertos para o público no último dia da 22º edição de Fenatran, a Volvo anunciou estimativa de encerrar sua participação na feira registrando mais de R$ 1 bilhão em negócios.

Na conta, a fabricante contabiliza vendas de caminhões, planos de manutenção e serviços financeiros, dentre eles seguros e consórcios. “Esperamos atingir mais um recorde de vendas, com o maior volume de negócios já alcançado pela Volvo em toda a história da Fenatran”, comemora em nota Wilson Lirmann, presidente do Grupo Volvo América Latina.

Caso consolidado, o resultado alcançado representará o dobro do registrado na edição anterior, de 2017. “A Fenatran sempre foi um evento de negócios para a Volvo. Nesse ano sentimos um otimismo ainda maior dos clientes, que estão vendo sinais positivos no mercado de transportes e decidiram investir para renovar suas frotas”, observa Alcides Cavalcanti, diretor comercial de caminhões da Volvo no Brasil.

LEIA MAIS

→Volvo estuda produzir caminhões elétricos no Brasil

Anúncio

→Volvo FH540 responde por 7% das vendas de caminhões no País

→Volvo traz evolução tecnológica na linha 2020

Segundo a companhia, o Volvo FH540, o modelo mais vendido no mercado e 2019, foi o mais procurado pelos transportadores. Na feira, a Volvo também celebra recorde de vendas de planos de manutenção, de seguros e de consórcios. Hoje, de cada dez caminhões negociados pela marca, sete são entregues com algum tipo de contrato.

Além das mais recentes inovações introduzidas na linha de produtos, como a tecnologia chamada de Aceleração Inteligente (veja Leia Mais), a Volvo trouxe para exposição um FH de uma série especial limitada inspirado no primeiro caminhão produzido no Brasil, em 1980, modelo que marca os 40 anos da marca no Brasil.


Foto: Volvo/Divulgação