A Fiat Toro somou 52,8 mil emplacamentos nos primeiros dez meses de 2019. É o segundo comercial leve mais vendido do País, muito à frente do terceiro colocado, a Volkswagen Saveiro (35,5 mil), e só perde mesmo para outro Fiat, a picape Strada, que lidera com 63,8 mil unidades vendidas.

Tanto a Strada como a Saveiro, porém, são veículos de menor porte, capacidade de carga inferior e, naturalmente, bem mais baratos. Isso só confirma o excelente desempenho da Toro que, desde seu lançamento em 2016, já acumulou mais 200 mil unidades vendidas, marca alcançada também em outubro.

Mantida a atual média mensal nos dois últimos meses do ano, a Toro cravará um novo recorde anual de vendas. O melhor resultado até hoje foi alcançado em 2018, com 58,5 mil unidades licenciadas e  a segunda colocação no ranking.

E não está nada difícil confirmar 2019 como o melhor ano do modelo. Até porque a Fiat acaba de dar mais um empurrão à picape ao revelar, nesta terça-feira, 12, que já aceita pedidos para a Toro Ultra, a quinta versão da picape que estará nas revendas em dezembro.

Anúncio

A Ultra, como o próprio nome sugere, ocupará lugar no topo da linha, ao lado da Ranch. Custa R$ 164.990,00 e dispõe de motor 2.0 Diesel, tração 4×4 e câmbio automático de nove marchas.

LEIA MAIS

→ Vendas da FCA crescem 15,3% em outubro

→ Os finalistas do Prêmio Top Car TV 2019

→ Fiat amplia linha Toro com duas novas versões de entrada

Além de detalhes estéticos externos e internos, a nova versão tem como principal novidade de série a Dynamic Cover, uma capota rígida para a caçamba.

Desenhada de forma a harmonizar com o estilo da carroceria da Toro, o componente protege mais os objetos contra a entrada de água e furtos. Sua abertura funcional é de 40 graus e é auxiliada por amortecedores laterais com sistema de mola a gás.

Detalhe importante: possui alça auxiliar para fechamento e maçaneta de abertura interna posicionada do lado esquerdo. Assim, o usuário não precisa abrir as duas portas traseiras da caçamba para ter acesso.


Foto: Divulgação