Um HR-V Touring azul, fabricado nesta segunda-feira (3) em Itirapina (SP), entrou para a história da indústria automobilística brasileira como o veículo nacional 2 milhões da Honda Automóveis. A marca foi atingida após 23 anos da inauguração da pioneira fábrica de Sumaré (SP), que produziu o primeiro Civic no Brasil.

“Produzir 2 milhões de automóveis é algo grandioso, significa atender as expectativas de milhões clientes, não só no Brasil, mas também nos mercados para os quais exportamos”, comenta Issao Mizoguchi, presidente da Honda South America.

Sumaré ligou suas máquinas oficialmente em outubro de 1997, com capacidade para produzir apenas 20 veículos por dia e ainda assim com baixo conteúdo nacional.

O quadro hoje é bem distinto. Somadas as linhas de montagem de suas duas plantas e os esforços de cerca de 3,5 mil colaboradores, a Honda pode fabricar 500 veículos a cada dia de cinco modelos: Civic, Fit, City, HR-V e WR-V.

Itirapina é muito mais nova, foi inaugurada no ano passado, apesar de estar pronta já em 2016. Os três anos de portas fechadas foi a solução encontrada pela Honda para enfrentar a drástica queda do mercado brasileiro no período.

Anúncio

A frustração inicial está sendo compensada gradativamente. A unidade foi escolhida para ser a única produtora de automóveis no País e para lá tem sido transferidos todos os modelos. No ano que vem, quando o processo estará concluído, Itirapina  terá capacidace de 120 mil veículos anuais e perto de 2 mil funcionários.

LEIA MAIS

→ Honda City completa 10 anos no Brasil carente de nova geração

→ Honda apresenta pacote elétrico para a Europa

Em Sumaré, permanecerão a produção do conjunto motor, incluindo fundição e usinagem, de injeção plástica, a ferramentaria, áreas de engenharia da qualidade e logística, além da sede administrativa da Honda South America, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Automóveis, a Divisão de Peças e o Centro de Treinamento Técnico para concessionárias.

A Honda aparece como a 9ª marca mais vendida no Brasil, incluindo automóveis e comerciais leves nacionais e  importados. Encerrou 2019 com 129,1 mil veículos emplacados e 4,9% de participação. O HR-V é o carro mais vendido da marca. Somou 49,5 mil unidades vendidas, o quinta melhor resultado de um utilitário esportivo no mercado interno.


Foto: Divulgação/Honda