Os consumidores apauiixonados or picapes e em especial pela Mitsubishi L-200 Triton têm uma nova opção temporária. A marca japonesa já está vendendo a série especial Motorsports, com preço de R$ 179.990. A base da nova versão, oferecida em apenas três cores, é a Triton Sport e tem no reforço do visual robusto, referência aos veículos do Rali Mitsubishi Motorsports, seu principal atrativo.

Para isso, a montadora lançou mão de muitos detalhes em preto preto fosco — como na grade frontal, nos para-choques, espelhos retrovisores, molduras das caixas de rodas e bordas dos faróis de neblina e lanternas traseiras, e até mesmo nas rodas de aro 17.

Destaques externos ainda são o teto pintado em preto brilhante, onde está instalado rack de barras longitudinais, e protetor de cárter em prata fosco, além da assinatura “Motorsports” nas laterais da caçamba. A versão tem de série ainda capota marítima.

Mitsubishi L200

No interior, a Mitsubishi procurou enfatizar a esportividade do modelo, com acabamentos das portas, painel de instrumentos, saídas de ar e da moldura do seletor de marchas pintados na cor da carroceria.

Anúncio

Sob o capô, o motor 2.4L turbo diesel, em alumínio, com 190 cv de potência e 43,9 kgfm de torque. A tração tem modos 4×2, 4×4, 4×4 com bloqueio do diferencial central e 4×4 reduzida. A Motorsports dispõe também de controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa e sistema TSA, que estabiliza o conjunto trailer/veículo quando o fenômeno de serpenteamento for detectado.

LEIA MAIS

→ Renault-Nissan-Mitsubishi reforçam aliança

→Abril teve três picapes entre os dez veículos mais vendidos

Em 2019, a L200 foi a sétima picape mais vendida do mercado interno, com 10,2 mil unidades emplacadas e 4,8% de participação no segmento que conta com outros nove modelos, segundo classificação da Fenabrave.

De janeiro a maio, as vendas  acumuladas ultrapassaram 3 mil unidades, o que garantiu o sexto posto no ranking de picapes e 5,2% de penetração, pouca coisa à frente da Nissan Frontier, que somou 2,9 mil licenciamentos, equivalentes a 4,9%.

Mas a distância para a quinta colocada, a Amarok, é ainda grande. A representante da Volkswagen está bem à frente, com 5,4 mil unidades negociadas e 9,2% do segmento.

Com atuação mais marcante em utilitários esportivos e picapes, a Mitsubishi vendeu 21,9 mil veículos nacionais e importados no Brasil no ano passado. Foi apenas a décima-segunda marca mais vendida, com 0,8% das vendas de automóveis e comerciais leves.


Foto: Divulgação