Com lançamento marcado para sexta-feira da próximo semana, dia 26, a nova Strada já pode ser encontrada em concessionárias Fiat de todo o Brasil. A montadora iniciou o faturamento da picape para a rede no final da semana passada, mas a venda só será iniciada após a sua apresentação oficial, quando serão revelados preços e todos os detalhes técnicos do modelo.

“A Strada já está na rede, mas só vamos começar a vender a partir do dia 26. O que pode haver até lá é a pré-reserva”, comentou o diretor da Marca Fiat, Herlander Zola, em entrevista virtual nesta quinta-feira, 18. Confiante no sucesso do novo modelo, o executivo diz que o mercado de picapes foi menos afetado do que o de automóveis neste período da pandemia da Covid-19, favorecido, principalmente, pelo bom momento do agronegócio.

As três versões da Strada – Endurance, de entrada, Freedom, intermediária, e a topo de linha Volcano – já estão sendo faturadas para as concessionárias, sendo que duas delas – a mais barata e a mais cara – estarão disponíveis para test-drive.

LEIA MAIS

Em três dias de campanha, Fiat reduz preço do Mobi para R$ 34.990

Vendas de veículos dobram em junho com relação a maio

Anúncio

A Endurante, versão de cabine simples, deverá representar o maior volume de venda na linha, segundo Zola. Mas a Fiat também está promovendo test-drive da Volcano pela novidade de ser uma picape cabine dupla com capacidade para cinco pessoas, que pode atrair clientes do segmento de SUVs.

Com design totalmente renovado e bem mais conectada, a nova Strada tinha previsão inicial de lançamento no Brasil em abril, mas tudo teve de ser postergado por causa da Covid-19. E apesar do momento ainda difícil, Zola acredita no sucesso da nova picape no mercado brasileiro, apostando inclusive que o modelo terá boa demanda por parte de produtores rurais, que compõem um dos segmentos da chamada venda direta.

Sobre as transações no atacado, o diretor da Marca Fiat reconhece que as vendas para locadoras e público PcD (pessoas com dificiência) despencaram, mas diz que as vendas diretas no segmento de picapes foram menos afetadas por causa do agronegócio.

“Estamos lançando a nova Strada justamente no momento que o agronegócio vai bem e o produtor rural está com capacidade de investimento. Por isso acreditamos que a retração verificada nas vendas diretas como um todo não vai afetar esse segmento”, avalia o executivo.


Foto: Divulgação/Fiat