Parceira em diversos projetos com a FCA, Jaguar Land Rover e a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, a Waymo acaba de estabelecer acordo com a Volvo Car para desenvolvimento conjunto de um carro elétrico autônomo que deverá ser utlizado, inicialmente, em serviços de transporte e carona, os chamados robo-táxis.

A empresa de tecnologia, braço da Alphabet, conglomerado do Google, surgiu em 2009 para desenvolver veículos autônomos próprios. Nos últimos anos, porém, dedicou-se a fornecer sistemas para montadoras que também trabalham em projetos de condução autônoma.

Pelo acordo anunciado na quinta-feira, 25, a montadora sueca, pertencente à chinesa Geely há uma década, projetará e fabricará os veículos enquanto a Waymo se concentrará nos sistemas que assegurarão viajar em um automóvel sem qualquer interferência do ser humano.

Outras duas marcas do grupo chinês, a Polestar e Lynk & CO, também se beneficiarão da parceria. A nova parceria, contudo, não revelou qualquer previsão para a chegada dos novos veículos às ruas.

Anúncio

Segundo o  Volvo Cars Group, a Waymo será fornecedora exclusiva para os carros de nível 4 de autonomia. “As empresas trabalharão inicialmente  com a intenção de integrar a tecnologia totalmente autônoma da Waymo, o Waymo Driver, em uma nova plataforma de veículo elétrico focada na mobilidade para serviços de carona”, afirmou a Volvo em nota oficial.

“Essa parceria fundamental com o Volvo Car Group ajuda a pavimentar o caminho para a implantação do Waymo Driver no exterior nos próximos anos”, acrescentou Adam Frost, diretor automotivo da Waymo.

LEIA MAIS

→ Táxis autônomos da Aptiv completam 100 mil viagens

→ Cruise mostra veículo autônomo desenvolvido com a Honda


Foto: Divulgação