A partir de 10 de julho, mais de 34,9 mil proprietários de veículos Honda poderão comparecer às concessionárias da marca em todo o Brasil para substituição do insuflador do airbag do motorista.

Em fevereiro, os mesmos veículos já haviam sido convocados para desativação do sistema. Naquela oportunidade, a Honda afirmou que a medida era preventiva até que a peça definitiva para a substituição estivesse disponível.

Estão envolvidos veículos nacionais e importados veteranos, com mais de 20 anos de fabricação: unidades do Civic produzidas entre 1996 e 2000, do Accord modelos de 1997 a 1999, do CR-V de 1997 a 2000 e da monocab Odyssey linha 1997.

A exemplo de outros 100 milhões de veículos produzidos em todo o mundo por quase todas as marcas, eles foram equipados com airbags da Takata. É o mais grave e amplo caso de componente defeituoso da  mais que centenária história indústria automobilística.

Quando acionado em uma colisão, o sistema pode não insuflar de forma suficiente as bolsas ou, tão grave quanto, romper também seu próprio insuflador e lançar estilhaços metálicos no interior do veículos, causando ferimentos graves ou até mortes.

Anúncio

A Honda solicita aos proprietários que consultem o link www.honda.com.br/recall para agendamento prévio. A empresa também orientará os consumidores pelo telefone 0800-701-3432 (segunda a sexta-feira, das 08h às 20h e sábado, das 09h às 14h – horário de Brasília).

 

VEÍCULOS CONVOCADOS

 


Foto: Divulgação