A Peugeot lançou oficialmente nesta terça-feira, 8, a nova geração do 208. O hatch de desenho instigante, premiado como Carro do Ano da Europa em 2020, chega às revendas brasileiras em quatro versões com motor flex aspirado (Active, Active Pack, Allure Pack e Griffe) e a elétrica e-GT.

A primeira geração, que vinha sendo fabricado em Porto Real, RJ, desde 2013, saiu de linha em março para dar lugar ao modelo produzido desde julho em Palomar, na Grande de Buenos Aires, Argentina, e que foi lançado na Europa em setembro de 2019, seis meses após sua apresentação mundial no Salão de Genebra, Suíça.

O novo 208 é primeiro carro da marca na América Latina a ser construído sobre plataforma CMP, de Common Modular Platform, a mais moderna do Grupo PSA para veículos compactos dos segmentos B, C e SUVs.

LEIA MAIS

Família de utilitários da PSA cresceu com a versão Vitré

A monta dora investiu cerca de US$ 320 milhões nos últimos quatro anos para atualizar os processos da fábrica da Argentina e poder fabricar a nova plataforma, que servirá de base para diversos outros produtos da Peugeot e Citroën. Uma vez consolidada a fusão global com a FCA, a CMP provavelmente servirá de base também para veículos da Fiat e Jeep na região.

O 208 argentino começa a ser vendido na rede de concessionárias a partir de hoje com  motor 1.6 de 118 cv e câmbio automático de seis marchas por preços que vão de R$ 75 mil a R$ 95 mil. A E-GT, com motor elétrico de 136 cv, será importada da Europa e vendida apenas a partir do primeiro semestre de 2021 por valor ainda não definido pela montadora —uma lista de interessados, entretanto, será aberta brevemente pela marca.

Com 0 208, a Peugeot tem esperanças de reeditar o sucesso que obteve com0 206, seu primeiro carro nacional. Para isso, aposta no desenho, que chamará atenção especialmente pela dianteira e traseira que sugerem esportividade, no cluster digital holográficoe no Peugeot Driver Assist.

Anúncio

O pacote de tecnologias de auxílio à condução disponível na versão topo e inclui frenagem de emergência, alerta de colisão frontal, detector de fadiga, alerta e correção de mudança de faixa, reconhecimento de placas de velocidade e farol alto automático. Chama atenção também, porém, a ausência de controle adaptativo.

Mas desde a versão de entrada, a Active (R$ 75 mil), o hatch já oferece atrativos de série para o segmento, como rodas de liga leve aro 16”, iluminação diurna de LED, quatro airbags, controles de tração e estabilidade, central multimídia com tela de 7” e regulador e limitador de velocidade.

 

Teto panorâmico, ar-condicionado digital e câmera de ré são itens de série na Active Pack (R$ 82,5 mil) e na Allure é incorporado ainda o quadro de instrumentos i-Cockpit 3D, o maior destaque do interior do hatch – , bancos em Alcantara, carregador de celular por indução, seis airbags e chave presencial. A topo  Griffe (R$ 95 mil) é a única a dispor de faróis full-LED, câmera de ré com visão 180º (Visiopark) e do pacote Peugeot Driver Assist.

O novo 208 tem três anos de garantia sem limite de quilometragem e será o primeiro carro da marca a ser oferecido com plano de financiamento que assegura a recompra, em caso de troca por outro Peugeot, pelo valor da tabela Fipe após 30 meses e que incluirá nas parcelas também, acessórios, seguro e até mesmo pequenos reparos.


Foto: Divulgação