Ela já mereceu evento de apresentação em setembro de 2019, mas somente na última sexta-feira, 18, a JAC Motors anunciou o início das importações da picape  elétrica iEV 330P por R$ 349,9 mil. A pandemia, naturalmente, atrapalhou o cronograma do Grupo SHC, proprietário da JAC Motors Brasil, que está em processo de recuperação judicial desde o ano passado.

Cabine dupla, a iEV 330P é aposta da empresa sobretudo para frota de empresas. “A picape elétrica tem tudo para alcançar os objetivos de governos e mercado corporativo em diminuir fortemente sua média de emissão de CO2 e outros poluentes, além de ter uma manutenção seis vezes mais barata que os similares a diesel”, enfatiza Sergio Habib, presidente do Grupo SHC e da JAC Motors Brasil.

O comercial leve tem motor de 150 cv alimentado por baterias de fosfato de ferro-lítio, que, segunda marca,  garantem autonomia de 320 km com uma única carga. A picape pode transportar 800 kg de carga e JAC afirma ter negociado já 25 unidades em regime de pré-venda. O lote, contudo, será entregue a partir de janeiro de 2021.

Apesar do enfoque em frotas corporativas, a iEV 330P passa longe de ser um veículo de acabamento espartano, como é comum no segmento. Não há opcionais. São de série, por exemplo, central multimídia, ar-condicionado, direção com assistência eletro-hidráulica, câmera de ré, sensor traseiro de estacionamento, faróis com regulagem elétrica de altura, faróis de neblina, dentre outros itens de conforto e segurança.

Anúncio

Além da picape, a JAC começará a importar também o caminhão elétrico leve iEV1200T. Segundo a empresa, já foram negociadas mais de 100 unidades do veículo desde abril. Os primeiros 50 caminhões serão entregues até o fim do ano e o restante, até fevereiro.

Com motor de 177 cv e 1.200 Nm (122,4 kgfm) de torque, o modelo pode percorrer 200 km, de acordo com a norma europeia NEDC. Com 2 ton de carga, a autonomia em uso urbano salta para 250 km (ECO acionado). Já 4 ton de carga, a autonomia é de 180 km.  Preço: R$ 349,9 mil.

LEIA MAIS

→ Scania lança sua primeira linha de caminhões elétricos

 


Foto: Divulgação