Braço da CNH Industrial,  Iveco e FPT Industrial assinaram memorando de entendimento com a Snam,  operadora de infraestrutura de energia, para cooperação tecnológica e comercial na busca  da descarbonização dos transportes, desenvolvimento da biomobilidade — gás natural e biometano — e da tecnologia do hidrogênio na Europa e outras regiões.

A parceria envolverá os motores da FPT, veículos comerciais da Iveco e infraestrutura de distribuição e serviços da Snam, além de modelos de negócios ponta a ponta para serviços de caminhões e ônibus. A colaboração também se estenderá a estudos sobre reabastecimento, tecnologias e infraestrutura para frotas e clientes profissionais.

Iveco e FPT Industrial já integram o H2Haul, programa europeu de desenvolvimento de caminhões de hidrogênio para transporte rodoviário. “Acreditamos que o hidrogênio é fundamental no médio e longo prazos, principalmente para o transporte de longa distância”, afirma Pierpaolo Biffali, vice-presidente de Engenharia de Produto da FPT Industrial, que lembra que a empresa já é líder de mercado em motores a metano e biometano, com mais de 50 mil unidades vendidas em vinte anos.

“Esta é uma transformação na qual o hidrogênio desempenhará o papel principal. Hoje, olhamos para o futuro com o conhecimento de que o gás natural e o biometano são uma ponte para o hidrogênio”, completa Marco Liccardo, vice-presidente da linha global de caminhões médios e pesados.

Anúncio

A Iveco pretende lancar, em parceria com a Nikola, um caminhão pesado de célula de combustível até 2023. fábrica da montadora em Ulm, na Alemanha, foi escolhida como base produtiva do Nikola Tre. Em 2019, a CNH Industrial anunciou aporte de US$ 250 milhões na Nikola para o desenvolvimento do caminhão.

LEIA MAIS

→ Iveco avança com alternativa a gás na América do Sul

→ FPT reforça capacidades para eletrificação

→ CNH Industrial estimula exportações dos fornecedores


Foto: Divulgação