Projeto que visa atrair novos fornecedores de autopeças para a região do Vale do Paraíba, no interior paulista, está sendo criado o Centro de Desenvolvimento Tecnológico (CDT) Automotivo de Jacareí, SP, que conta com a participação da Caoa Chery, a prefeitura local e o Parque Tecnológico de São José dos Campos.

Com previsão de iniciar as atividades em janeiro, será o primeiro polo dedicado ao desenvolvimento de novas tecnologias e formação de empreendedores na cadeia produtiva para o setor na região.

“Queremos transformar a cidade de Jacareí num celeiro de talentos”, comenta Marcio Alfonso CEO da Caoa Chery, que tem uma de suas fábricas instaladas exatamente nesse município. “No CDT, serão realizados cursos e workshops, entre outros programas de capacitação e aperfeiçoamento profissional para atender às demandas e perspectivas do setor automotivo. Dessa forma, vamos contribuir ainda mais para o desenvolvimento da região”.

Segundo o executivo, o novo centro representa a união de grandes esforços, juntando a experiência do Grupo Caoa, com a tecnologia chinesa da montadora Chery, com a força do Parque Tecnológico de São Jose dos Campos em fomentar a inovação.

Além disso, o apoio do município de Jacareí será decisivo no processo de incentivar pesquisas, produtos e serviços para o setor automobilístico e estimular cada vez mais o empreendedorismo na região por meio de startups e outras empresas.

Anúncio

LEIA MAIS

Caoa investirá R$ 1,5 bilhão em Goiás em cinco anos

Segundo sedã da Caoa Chery, Arrizo 6 tem versão única de R$ 109 mil

O objetivo, com tudo isso, é promover um ambiente de inovação que atraia fabricantes de autopeças para a região, aumentando o conteúdo nacional nos veículos produzidos no Vale do Paraíba.

Além de Alfonso, também participaram da cerimonia de assinatura do acordo neste mês de novembro, na fábrica da Caoa Chery, o CEO do Grupo Caoa, Mauro Correia, o prefeito em exercício de Jacareí, Edgard Sasaki, os secretários de Desenvolvimento Econômico, Carlos Amagai, e de Governo, Celso Florêncio de Souza, e o diretor-geral do Parque Tecnológico de SJC, Marco Antônio Raupp.