O Mercedes-Benz Accelo 1016 e o Renault Master foram os maiores vencedores do Selo Maior Valor de Revenda -Veículos Comerciais 2020 nas categorias Caminhões Leves e Utilitários de Carga com índices de depreciação de 12,8% e 7,2%, respectivamente.

Em sua sexta edição para segmento de veículos comerciais, o estudo tem como base o preço médio do modelo 0 km praticado em setembro de 2017 e comparado ao valor praticado pelo mercado após três anos de uso, ou seja, em agosto de 2020. Encabeçado pela Agência Autoinforme em parceria com a Texto Final de Comunicação, o levantamento avaliou 104 veículos, dentre 91 caminhões e 13 utilitários em nove categorias.

“É um indicador fundamental seja na hora de investir pelo zero quilômetro como também na compra de um seminovo”, destacou o jornalista Joel Leita, da Autoinforme. “O índice de depreciação permite ao transportador uma análise mais apurada do custo total de propriedade, importante item no negócio de transporte que contabiliza custos operacional e retorno do investimento.”

Os premiados da 6ª edição do Selo Maior de Revenda – Veículos Comerciais 2020

CategoriaModeloÍndice de depreciação (%)
Furgoneta de cargaFiat Fiorino15,7
Camioneta de cargaHyundai HR7,7
MinibusSprinter Van9,5
Furgão de cargaRenault Master7,2
Caminhão semileveMercedes-Benz Sprinter 41517,4
Caminhão leveMercedes-Benz Accelo 101612,8
Caminhão médioVolkswagen Constellation 13.19019,4
Caminhão semipesadoMercedes-Benz Atego 243014,7
Caminhão pesadoScania R44016,8

Foto: Divulgação