AGeneral Motors confirmou no final da tarde desta quarta-feira, 25, que o presidente da GM América do Sul, Carlos Zarlenga, deixou a empresa “para buscar outras oportunidades”. No mesmo comunicado, informa que a companhia nomeará um sucessor para liderar a região em breve e que, nesse ínterim, “o diretor financeiro da montadora na região, Roberto Martin, conduzirá os negócios temporariamente”.

Cidadão argentino/espanhol, Zarlenga, 46 anos, assumiu o cargo que acaba de abandonar em 1º de abril de 2019. Nos dois anos anteriores atuou como presidente da General Motors Mercosul, uma operação que integra as atividades da GM no Brasil e na Argentina. Entre  2013 e 2016 foi CFO da GM América do Sul e em 2016 assumiu como presidente da GM Brasil. Ele também atuou como vice-presidente e diretor financeiro da GM Coréia (2012-2013), além de diretor no conselho da GM Uzbequistão, uma joint venture da GM com o governo uzbeque.

A GM não forneceu maiores detalhes sobre a sua saída, mas vale lembrar que a empresa é a que mais enfrenta problemas produtivos no Brasil. A falta de semicondutores tem afetado o setor automotivo em geral, mas no caso da General Motors a paralisação da fábrica de Gravataí, RS, durou praticamente cinco meses, o que levou a marca a cair do posto de líder no mercado brasileiro para a sétima colocação. Na planta gaúcha é produzida a nova geração do Onix, carro chefe da Chevrolet por aqui.

Anúncio

No comunicado divulgado pela montadora brasileira, o presidente da GM Internacional, Steve Kiefer, agradece pela liderança de Carlos na América do Sul desde 2013, destacando que ele tem sido uma força motriz para mudanças, “não apenas em nossos negócios, mas na indústria automotiva na América do Sul”.

Também diz que, sob sua liderança, a GM realizou um investimento histórico para fornecer veículos globais líderes de mercado e dar seguimento aos mais de 100 anos de sucesso da Chevrolet na região. “Carlos levou a marca Chevrolet à liderança de mercado no Brasil e manteve-a na América do Sul. Em nome da empresa, agradeço a Carlos por sua contribuição para a General Motors, construindo uma base sólida para o sucesso sustentável da Chevrolet na América do Sul”, conclui o executivo.


Foto: Divulgação/GM