A Jaguar já oferece por preços a partir de R$ 376.950,00 o E-Pace com mudanças no interior, sistema de infoentretenimento e no powertrain. O SUV tem motor flex de 249 cavalos, transmissão automática de nove velocidades e tração integral, características mecânicas que asseguram aceleração de 0 a 100 km em 7,5 segundos e velocidade máxima de 229 km/h.

A dianteira do E-Pace tem nova abertura inferior, grade modificada, além de novos faróis com assinatura em LED. O para-choque traseiro, com novas saídas de ar, foi redesenhado e, em conjunto com lanternas animadas em LED, sugere mais esportividade, já evidenciada pelas rodas pretas de 18 polegadas pretas.

A Jaguar investiu também no aprimoramento da conectividade, em componentes como painel de tela curva de 11,4 polegadas, no console central e nos revestimentos. A manopla de câmbio originária do irmão maior F-Pace ganhou novo desenho, assim como o volante. O modelo dispõe ainda de teto solar panorâmico e bancos dianteiros elétricos.

Anúncio

O  E-Pace, conhecido como Baby Jag, por ser o menor SUV da família Pace, é dotado de série com o infoentretenimento Pivi Pro que possui fonte própria de energia dedicada. Assim, a navegação está apta logo que o motorista estiver ao volante e os aplicativos incorporados, operantes mesmo sem o smartphone. Opcionalmente,  o SUV pode dispor de câmera traseira grande angular, cujas imagens são projetadas  em tela de alta definição dentro do espelho retrovisor .

LEIA MAIS

→ Novo Jaguar F-Pace tem quatro versões de R$ 463,8 mil a R$ 744 mil

→ Jaguar Land Rover volta a produzir o Evoque no Brasil

Dentre os vários sistemas de segurança e auxílio à condução, estão detector e alerta de sonolência do motorista, que se baseia em milhares de dados coletados pelo sistema, alguns a cada milésimo de segundo – incluindo direção, aceleração no pedal e comportamento geral de condução.

Chama a atenção, porém, a Jaguar oferecer o controle de cruzeiro adaptativo somente como recurso opcional. O sistema já é para lá de comum em veículos bem mais baratos de várias marcas, mesmo não consideradas premium.


Foto: Divulgação