Pouco mais de uma ano depois de iniciar suas operações no Brasil, a Kinto lançou nesta quinta-feira, 23, o Kinto One Personal, assinatura de veículos para pessoas físicas. O novo serviço do braço de mobilidade da Toyota em parceria com o Grupo Mitsui é o terceiro da empresa, que já oferecia a modalidade para empresas — agora rebatizado de One Fleet — e também o Kinto Share, opção de compartilhamento de veículos.

Pelo One Personal, o cliente pode ter um automóvel por 12 ou 24 meses e pagar tarifa fixa mensal que inclui assistência 24 horas, IPVA, carro reserva e seguro com cobertura para terceiros, dentre outros benefícios. Na mensalidade ainda estão incluídas diárias extras de qualquer modelo da Toyota disponível no serviço de compartilhamento Kinto Share e que poderá ser utilizado a qualquer momento do contrato simultaneamente com o carro principal.

Com a introdução do One Personal, que pode ser contratado pelo site ou pessoalmente nas revendas da marca e que já está disponível para todos os carros e comerciais leves, as assinaturas terão peso relevante nos licenciamentos e produção da Toyota no curto prazo.

Roger Armellini, diretor comercial da Kinto e diretor de mobilidade da Toyota para América Latina e Caribe, calcula que, até o fim do ano,  as assinaturas devem representar perto de 10% das vendas  da montadora no varejo. De janeiro a agosto, por exemplo, foram negociados diretamente com clientes finais 91 mil automóveis e comerciais leves Toyota.

Ao final do contrato, o cliente do Kinto One Personal terá a possibilidade de comprar o automóvel. Essa negociação, contudo, será necessariamente feita com a concessionária escolhida pelo consumidor para a retirada inicial do automóvel.

Os valores das mensalidades variam de acordo com o modelo, prazo do contrato, opcionais, franquia de quilometragem mensal — 800 ou 1,5 mil quilômetros —, e também com o número de diárias extras, que pode ser de duas a 30 por ano.

Anúncio

A Kinto já está presente em 33 países, onde dispõe também de outros serviços que incluem até deslocamentos intermodais. Armellini admite que a empresa segue estudando a ampliação do portfólio de serviços aqui, mas que para isso levará em conta a evolução das demandas, que também determinarão a adoção de prazos mais longos ou curtos das assinaturas.

Prazos mais extensos ajudariam a ampliar o universo de potenciais clientes da modalidade. A assinatura de um Yaris hatch por 2 anos, a mais barata da plataforma, sai por R$ 2.682,59 ao mês com franquia de 800 km e 2 diárias de carro compartilhado na Kinto Share.

LEIA MAIS

→ Kinto Share: 32 mil clientes em um ano.

→ Toyota suspende produção do Corolla por dez dias em outubro

Desde sua criação no Brasil, a Kinto já acumulou perto de 32 mil usuários cadastrados na plataforma Share, de compartilhamento, e 3,6 mil diárias de aluguel. O One Fleet já foi escolhido por 850 empresas de pequeno a grande porte e tem mais de 3 mil veículos em operação.

Contra as nove revendas Toyota aptas a oferecer veículos pelo Share, a Kinto conta  hoje com 45 pontos e pretende encerrar 2021 com 75 representaçãoes em 16 estados. “E toda a rede Toyota terá o serviço até o fim de 2022”, enfatiza Armellini, que já admite também estudo de assinatura pessoal para carros da linha de luxo Lexus.


Foto: Divulgação