Além de modelos da Fiat, Peugeot, Nissan, Tesla e BYD, a exposição Veículo Elétrico Latino-Americano, que abriu suas portas ao público nesta quinta-feira, 23, na Praça Charles Miller, no Pacaembu, capital paulista, também mostra motocicletas e patinetes elétricos já disponíveis no mercado brasileiro ou com lançamentos programados para breve. Gatuito, o evento se estende até sábado, 25, das 12h às 20h.

A Shineray, que iniciou vendas no Brasil em janeiro e programa vender entre 8 nil e 10 mil unidades ainda este ano, aproveita o salão dos elétricos para mostrar três novidades. São as motos SE1, SE2 e SHE 3000, que chegam às lojas entre novembro e o início de 2022. Seu principal destaque é a Street elétrica SHE 3000 (foto acima), que tem potência de 3.000 W, autonomia de 120 km e atinge velocidade máxima de 80 km/h.

A empresa expõe ao todo 17 veículos, incluindo também patineste elétricos, com motos que têm preços na faixa de R$ 7,4 mil a R$ 17 mil.

Anúncio

Presente no País desde 2015, a Bull Motors mostra sua linha de motos da marca Íon. São três modelos ao todo – Eko City, Eko Sport e Eko Hunter -, com preços entre R$ 11.499 e R$ 13.499). De acordo com material divulgado pela organização da feira, a Bull programa vender 1 mil motos elétricas este ano e chegar a 4,4 mil em 2024.

A empresa já investiu R$ 10 milhões no Brasil para montar motos em Aparecida de Goiânia, GO, pelo regime CKD, e realiza novo aporte de idêntico valor para iniciar produção local a partir de 2022. Quando nacionalizadas, as motos deverão ficar até 20% mais baratas.

No segmento de patinetes elétricos, a marca Davinci Micromobilidade mostra dois modelos que acabam de entrar em pré-venda. Pioneira na fabricação e venda de patinetes elétricos específicos para mobilidade urbana, a empresa tem fábrica em Manaus, AM. Seu modelo mais simples, o DV1, custa R$ 5.499,00 e tem motor com 250 W e autonomia de 25 km.


Fotos: Divulgação/Shineray/Bull Motors