ARolls-Royce quer ter sua linha de veículos totalmente elétrica até 2030. Para cumprir essa meta, a marca de alto luxo já desenvolve seu primeiro modelo movido exclusivamente a bateria. É um coupé de duas portas que chegará às ruas no último trimestre de 2023 com o nome Spectre.

O lançamento do elétrico foi confirmado esta semana por Torsten Müller-Ötvös, CEO da Rolls-Royce Motor: “Hoje é o dia mais importante da história da Rolls-Royce Motor Cars desde 4 de maio de 1904. Tenho orgulho de confirmar que a Rolls-Royce começará os testes em vias públicas de um extraordinário novo produto que elevará a revolução elétrica automotiva e criará o primeiro produto superluxo em seu segmento”.

Um carro elétrico tem especial simbologia para a Rolls-Royce . Há 117 anos, Charles Rolls profetizou um futuro elétrico para os automóveis ao testar o Columbia, um precoce carro elétrico.

“O automóvel elétrico é esplendidamente silencioso e limpo. Não há nenhum odor ou vibração e será muito pertinente quando estações de recarga forem uma realidade. Mas não acredito que sejam operacionais neste momento — ao menos por muitos anos”, afirmou o fundador da clássica marca de luxo, pertencente ao BMW Group desde 1998.

Anúncio

O Spectre tem como base a plataforma de alumínio apresentada inicialmente no Phantom, lançada há cinco anos. A opção por um cupê elétrico visa alcançar o público consumidor mais jovem da marca, concentrado sobretudo na China e nos Estados Unidos.

A montadora ainda não divulgou detalhes técnicos do Spectre, como a autonomia esperada. Müller-Ötvös limitou-se a dizer apenas que ela será “suficiente”.

Todos os novos carros da marca lançados no transcorrer desta década já serão elétricos. A empresa não considera a hipótese nem mesmo de modelos híbridos para um período de transição. “Passaremos de motores a combustão direto para elétricos quando substituirmos algumas posições em nosso portfólio”, reforçou o executivo.

LEIA MAIS

→ BMW confirma chegada de elétricos i4 e iX no Brasil “em breve

→ Carregador da ABB garante 100 km de autonomia em 3 minutos


Foto: Divulgação