AVolkswagen Caminhões e Ônibus encerrou 2021 comemorando a liderança no mercado interno de caminhões e inicia 2022 com outra boa notícia. Desta vez, porém, vinda do exterior. A empresa começará a vender os veículos que produz em Resende, RJ, do outro lado do planeta, nas Filipinas.

Para isso, pela primeira vez em suas quatro décadas de existência, a marca terá um importador oficial na Ásia: a MACC – MAN Automotive Concessionaires Corp, com mais de 30 anos no setor. A empresa tem sede nas Filipinas e, segundo a VWCO, será  sua “porta de entrada no continente”.

Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus, vê o acordo com a MACC como um marco na estratégia de internacionalização da marca:

” Estamos em meio a um ciclo de investimentos de R$ 2 bilhões, dos quais as exportações dos caminhões e ônibus Volkswagen estão entre as prioridades. O mercado filipino é nosso primeiro passo na Ásia e vamos explorar todas as oportunidades, especialmente do programa de renovação de frotas para transporte de pessoas que está em vigência naquele país”.

A VWCO colocará á disposição do importador dez modelos para o mercado filipino das famílias de caminhões Delivery e Constellation  e dos ônibus Volksbus. A própria Engenharia da Volkswagen Caminhões e Ônibus foi responsável pela customização das versões para atendimento das demandas técnicas, legais e de conteúdo do novo mercado.

Anúncio

O lote inicial de 43 unidades já está completamente vendido, afirma a VWCO. A  importadora, porém, ficará responsável pela montagem dos ônibus em sua unidade fabril localizada nas proximidades da capital Manila. Já os caminhões seguirão completos a partir da fábrica sul-fluminense.

A MACC terá oito pontos de atendimento para vendas e pós-vendas espalhados pelo país de 109 milhões de habitantes. As localizações são estratégicas, nos principais centros de movimentação de cargas e pessoas das cerca de 7 mil ilhas que constituem as Filipinas.

A VWCO já tem longa trajetória em exportações, desde que foi fundada, há quatro décadas. Já no seu primeiro ano embarcou 37 caminhões Volkswagen para o Chile, Paraguai e México, países que até hoje consomem seus produtos. Desde então, seguiram para outros países perto de 160 mil caminhões e ônibus, enviados para mais de 30 países da América Latina, África e Oriente Médio.

LEIA MAIS

→ Em 2021, exportações de veículos recuperam apenas parte das perdas

→ VWCO aposta na manutenção de alta no mercado de caminhões em 2022


Foto: Divulgação