Por Redação

Depois do ABC, Vale do Paraíba e da região de Campinas, Sorocaba – e cidades vizinhas – vai aos poucos se constituindo em mais um importante polo automotivo no Estado de São Paulo. Localizado a apenas 100 quilômetros da Capital, o município de cerca de 600 mil habitantes já tem uma montadora há cinco anos, a Toyota, e empresas multinacionais do porte de ZF e Schaeffler. Em 2018 outro nome de peso chegará à região: a também japonesa Koito.

Centenária fabricante de equipamentos e componentes de iluminação, inclusive para a indústria aeronáutica e naval, além de componentes elétricos, a empresa já encaminha obras para a instalação na cidade de sua primeira planta na América Latina.

O site global da Koito, que aqui foi constituída em janeiro passado com o nome North American Lighting Brasil, N.A.L, indica que a nova fábrica deve entrar em operação até o fim de 2018,  com quadro de funcionários ainda da ordem de 160 pessoas. Fontes municipais, porém,  dizem que  as obras estão em estágio avançado e a produção começará ainda no primeiro semestre.

Toyota Yaris deve ser o primeiro carro nacional a receber produtos do novo fornecedor

O projeto consumirá cerca de R$ 221 milhões de capital próprio e deve gerar trezentos postos de trabalho quando estiver em plena capacidade, informa a Investe São Paulo, a Agência Paulista de Promoção de Investimento e Competitividade.

Anúncio

Oficialmente, o site da matriz diz apenas que Sorocaba produzirá equipamentos de iluminação, ainda que do catálogo mundial da fornecedora conste LEDs, faróis de neblina, retrovisores com sinalizadores de direção, brakelights, dentre outros produtos. A Investe SP é mais específica ao afirmar que da nova unidade sairão faróis e lanternas.

Para ganhar tempo, a empresa optou por incorporar  galpão já existente no bairro Jardim Ibiti do Paço, próximo da zona industrial do município. São 20 mil metros quadrados de área construída em terreno de 200 mil metros quadrados. Segundo a agência do governo do Estado, a nova unidade terá capacidade produtiva de 250 mil peças mensais.

A maior parte deve ser encaminhada às linhas de montagem da  vizinha Toyota e da Honda, em Sumaré (SP). Em Sorocaba a Toyota produz o compacto  Etios e, já a partir do segundo semestre do ano que vem, o médio Yaris, provável primeiro carro brasileiro a contar com os componentes da Koito.

Fundada em 1915, a Koito tem sede sua sede em Tóquio e quatro plantas produtivas no Japão. A empresa conta ainda com treze subsidiárias na América do Norte, Europa e China. No total, emprega 23 mil pessoas e registrou faturamento líquido global equivalente a R$ 8,4 bilhões em seu último ano fiscal.


Foto: Divulgação/Toyota