Com 28.721 emplacamentos no mês, a Fiat registrou em fevereiro a sua melhor participação em vendas dos últimos dois anos. Conquistou 15,1% do mercado, ficando atrás apenas da líder General Motors, cujo market share no mês ficou em 17,8%.

A partir do bom desempenho de fevereiro, a Fiat assumiu a vice-liderança do mercado também no ano, com 54.883 unidades vendidas e uma participação de 14,4%, ante os 14,16% da Volkswagen, que caiu do segundo para o terceiro lugar.

Outro destaque no ranking das marcas mais vendidas no País refere-se à consolidação da Renault no quarto lugar, à frente da Ford, tradicional ocupante dessa posição. A marca francesa registrou participações de 8,4% em fevereiro e de 8,47% no bimestre, ante os 8,1% e 8,35%, respectivamente, da empresa estadunidense.

A Fiat, por sua vez, elevou seu market share do ano passado para cá em 2 pontos porcentuais. Suas vendas atingiram 54.883 unidades no bimestre, com crescimento de 34,8% em relação às 40.726 emplacadas no mesmo período de 2018, índice equivalente a praticamente o dobro da expansão média do mercado.

“Um avanço notável”, comemora Herlander Zola, diretor do brand Fiat para a América Latina e diretor comercial da marca para o Brasil. O executivo atribui o bom desempenho à consolidação da gama de produtos Fiat e a uma estratégia de posicionamento dos modelos no mercado.

“Com a nova linha de produtos, a ousadia e dinamismo da marca Fiat, além da força da nossa rede de concessionárias, esperamos crescer de forma sustentável em 2019”, afirmou Zola.

LEIA MAIS

Vendas de veículos no bimestre crescem 17%

Pablo Di Si, da Volkswagen: “Não quero perder dinheiro”.

Anúncio

Há três interessados na compra da fábrica da Ford, diz Doria

Além do aumento de market share, a Fiat conseguiu neste início de ano colocar dois modelos – Argo e Strada – entre os dez veículos mais vendidos no Brasil.

O Argo ficou na quarta posição no ranking dos mais vendidos em fevereiro, ganhando quatro posições em relação ao mês de janeiro. Teve 6.673 unidades emplacadas no mês passado e 11.593 no acumulado do ano. Em relação a 2018, as vendas acumuladas do modelo cresceram 36%. No ranking por modelo, o Chevrolet Onix se mantém na liderança, seguido do Ford Ka e do Hyundai HB-20.

De acordo com a Fiat, o Argo alcançou no mês passado o seu melhor índice de participação de mercado desde o lançamento: “O bom desempenho do modelo se deve a um posicionamento comercial mais assertivo, com um mix de versões ajustado às demandas de mercado, novas ações em ponto de venda, além de oferta com preço promocional competitivo com os principais concorrentes”, comenta Zola.

Com 4.885 unidades vendidas em fevereiro e 9.298 no acumulado do ano, o Mobi também avançou no mercado, com crescimento de 16% no primeiro bimestre.

No segmento de picapes, a Fiat confirmou sua liderança, com 50% de participação no mercado. Foram emplacadas 6.553 unidades da Strada em fevereiro e 11.343 unidades nos dois primeiros meses do ano, alta de 19% no ano. A Toro, também da Fiat, é segunda picape mais vendida no Brasil e acumula 7.394 unidades vendidas no bimestre.

Também em comerciais leves a marca é líder com o Fiorino, que teve 996 unidades vendidas em fevereiro e 2.130 no acumulado do ano. Em relação a 2018, as vendas acumuladas do modelo cresceram 67%.


Foto: Divulgação/Fiat