A disposição da ZF para figurar no topo das empresas sistemistas do setor automotivo segue a mesma dos últimos anos, quando, dentre outras transações, comprou a americana TRW, outra gigante global do segmento.

Nesta quinta-feira (28), uma semana depois de assumir o controle acionário da 2getther, empresa de sistemas automatizados de transporte, o conglomerado alemão estendeu um tanto mais seus domínios ao comprar a também americana Wabco, um dos principais fornecedores mundiais de sistemas de controle, tecnologias e serviços para freios.

O negócio deve ser concluído somente em 2020, mas já foi aprovado pelos conselhos de administração das duas empresas. Pelo controle, a ZF desembolsará US$ 136,50 por ação, algo como US$ 7 bilhões no total.

O faturamento somado das duas empresas será da ordem de € 40 bilhões. No ano passado, a Wabco, presente em quarenta países e que conta com 16 mil funcionários, registrou receita de € 3,3 bilhões. A ZF faturou € 36,4 bilhões de euros em 2017 e tem 230 plantas espalhadas por todos os continentes.

Anúncio

Wolf-Henning Scheider, CEO da ZF, não esconde as pretensões da empresa: “Acreditamos que, juntamente com a Wabco, a ZF poderá formar o principal fornecedor mundial de sistemas integrados de tecnologia para veículos comerciais”.

LEIA MAIS

→ZF assume controle acionário da 2getther

→No Brasil, novo centro de competência global da ZF

→Wabco assina acordo de US$ 180 milhões com fabricante nos EUA


Foto: Divulgação/ZF