Um dos interessados na compra da Ford Taboão, no ABC paulista, o chairman e fundador da Caoa, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, reafirmou sua pré-disposição para realizar novos investimentos no País durante audiência com o ministro da economia, Paulo Guedes, na quinta-feira, 23.

O empresário, no entanto, destacou na mesma ocasião que a reforma da previdência é uma das necesssidades prioritárias para que ocorram grandes investimentos na indústria nacional, dando a entender, assim, que a empresa aguarda decisões nesse sentido para bater o martelo em novos aportes por aqui.

“Temos investido intensamente no setor automotivo para consolidar nossos sonhos e intenções de elevar e expandir a imagem da indústria automotiva brasileira, para que ela seja reconhecida e admirada além de nossas fronteiras”, comentou o empresário. “Nosso apoio e nossa confiança são absolutos, mas enxergamos na questão da reforma previdenciária um ponto crítico que pode destravar investimentos e tornar mais seguro o futuro dos cidadãos brasileiros”.

Na audiência de quinta-feira, que também teve a participação do governador de São Paulo, João Dória, e do secretário de Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles, o chaiman da Caoa disse ainda, segundo comunicado da própria empresa, “ter certeza que o atual governo não está medindo esforços para atingir a melhor e mais justa solução em todas as questões que estão sendo discutidas para a aprovação da reforma”.

Anúncio

Segundo revelou João Dória recentemente, há agora dois interessados na compra da Ford Taboão – inicialmente eram três. A Caoa foi o primeiro grupo a confirmar efetivo interesse no negócio, que está sendo intermediado pelo governo de São Paulo desde que a Ford anunciou o fechamento da fábrica do ABC paulista em fevereiro.

LEIA MAIS

Ford e trabalhadores assinam acordo para dispensas em SBC

Foton na Ford “é pouco provável”

Caoa confirma interesse na operação da Ford em SBC

Caoa projeta comprar R$ 2,9 bilhões em itens produtivos este ano

A Caoa possui atualmente duas plantas automotivas no Brasil, em Anápolis (GO) e Jacareí (SP), onde são produzidos modelos Hyundai e Caoa Chery. O grupo atua com mais de 200 concessionárias no território brasileiro, que comercializam veículos das marcas Caoa Chery, Hyundai, Subaru e Ford, além de seminovos.


Foto: Divulgação/Caoa