A gestão de frotas de automóveis e comerciais leves, em especial as pequenas, ou mesmo de apenas um veículo vai ficar mais fácil e barata. Pelo menos é o que promete a Renault, que, em parceria com o Banco RCI Brasil, lançou nesta sexta-feira (7) o Renault Connect PRO, plataforma de gerenciamento para veículos  zero quilômetro da marca. O Brasil é o segundo país a contar com o novo serviço, lançado na Itália no ano passado.

Por meio de aplicativo ou diretamente no site, o responsável pela gestão terá uma enorme variedade de informações que, assegura a montadora, podem, sim, resultar em custos operacionais menores e melhor utilização dos veículos.

São muitas as facilidades: acompanhar o consumo de combustível, comportamento de condução, localização do veículo em tempo real, ter o histórico de viagens, de multas e até um quadro sobre o financiamento de cada veículo. “São dados que permitem antecipar, por exemplo, desgaste de componentes e gerenciar custos”, enfatiza Gustavo Ogawa, diretor de pós-venda da Renault.

Em princípio, o serviço só estará disponível para carros e comerciais leves novos. Isso porque, justifica a Renault, a instalação do dispositivo de monitoramento junto à bateria  é realizada na fábrica de São José dos Pinhais (PR), mediante encomenda no momento da compra do veículo na frede de concessionárias.

O Connect PRO integra os pacotes de serviços pré-pagos Revisão + Fácil PRO, que engloba as revisões,  e também Manutenção + Fácil PRO, que, além delas, assegura ainda a troca até mesmo de peças de desgaste.

Anúncio

O valor variará de acordo com os pacotes e planos de financiamentos contratados.  No caso de um Sandero Authentique 1.0, considerando o valor inicial do veículo de R$ 45.990,00 e entrada de R$13.860,00 — perto de 30% —, o restante, já com o Manutenção + Fácil PRO e o Connect PRO, seria financiado em 36 parcelas de R$ 991,00. Um acréscimo de R$ 27,00 em cada parcela e R$ 1.167,00 na entrada sobre o que seria desembolsado caso o consumidor não comprasse qualquer serviço.

Neste caso, o Connect PRO estaria em operação pelos 36 meses do financimaneto. Mas após esse período, reforça Alex Dias, diretor de vendas para empresas, o cliente poderá assinar o serviço novamente.

“Por ser tratar de uma novidade, o valor após o período de financiamento ainda não está definido”, admite o executivo, que pretende ofertar o novo serviço em todo o País a partir do segundo semestre.

LEIA MAIS

→FCA retira proposta de fusão com Grupo Renault

→Renault é eleita montadora parceira do setor de reparação


Foto: Divulgação/Renault