A Nissan comemora a marca de 100 mil Kicks produzidos no Complexo Industrial de Resende (RJ) desde que iniciou sua fabricação no País, em abril de 2017. O modelo que representou o volume foi uma unidade da versão S Direct destinada a Pessoas com Deficiência (PcD).

A marca promoveu uma relação especial do Kicks com o País ao escolher o Brasil para fazer seu o lançamento mundial, em agosto de 2016. Antes de entrar em linha na fábrica do sul-fluminense, o modelo era importado do México.

LEIA MAIS

→Nissan lança linha 2020 do Kicks

→Nissan acumula 50 mil carros exportados a partir de Resende

→Nissan Kicks brasileiro desembarca no Paraguai

O modelo é o mais vendido da marca por aqui, respondendo por mais da metade das entregas da fabricante. Pelos números da Fenabrave, no acumulado até maio, a Nissan registrou 36,4 mil automóveis e comerciais leves licenciados, dos quais 21,1 unidades foram de Nissan Kicks, ou seja, 58% do volume total.

O utilitário esportivo aparece como o terceiro mais vendido da categoria, com 9,5% de participação em mercado que somou até maio 220,4 mil SUVs negociados. O carro Nissan fica atrás somente dos Jeep Renegade e Compass, com fatias de 12,3% e 10,4%, respectivamente.


Foto: Nissan/Divulgação