A Volvo transformou completamente sua fábrica de ônibus de Borås, na Suécia, para funcionar apenas com fontes de energia renováveis. Na unidade a eletricidade é proveniente de hidrelétricas, o sistema de calefação usa biocombustíveis e as empilhadeiras são elétricas ou movidas com HVO, um tipo de biodiesel.

Em paralelo, algumas medidas contribuíram com a redução de 15% no consumo da eletricidade. As tradicionais lâmpadas fluorescentes foram substituídas por de LED, a iluminação na área de manufatura tem ajuste automático para permanecer acesa somente durante a produção e nenhum equipamento fica ligado se não houver necessidade.

Sustentabilidade na logística

Outra iniciativa da unidade sueca com o objetivo de minimizar impactos no meio ambiente é o chamado projeto Autofreight, no qual se debruça no desenvolvimento que permite automação de longas composições entre o terminal logístico de Vired e o Porto de Gotemburgo. A solução colabora com redução das emissões de CO2 em até 30%.

“Trabalhamos com a perspectiva de ciclo de vida de nossos produtos e nos esforçamos incessantemente para a redução do impacto ambiental em todos seus estágios, da produção à operação diária, reuso e reciclagem”, conta em nota Andreas Carlén, diretor de eficiência energética e meio ambiente da Volvo Buses. “Um bom exemplo é nosso projeto para reutilização das baterias de nossos ônibus elétricos vendidos na Europa, que podem ter uma segunda vida no armazenamento de energia doméstica.”

Anúncio

A fábrica de Borås produz chassis de ônibus destinados aos mercados europeus e outras regiões. A unidade tem capacidade para 10 mil unidades/ano e emprega 300 funcionários.

LEIA MAIS

→Volvo tem nova geração de caminhões

→Volvo prepara lançamento de caminhões pesados elétricos nos EUA

→Volvo anuncia novo ciclo de investimento de R$ 1 bilhão


Foto: Volvo Buses/Divulgação