Nos preparativos para religar as linhas de montagem de caminhões e ônibus em São Bernardo do Campo (SP) a partir de 11 maio, a Mercedes-Benz constrói um ambulatório de campanha dentro da fábrica específico para atendimento de funcionários com sintomas da covid-19. Equipado com leitos e ventiladores mecânicos, o espaço terá equipe de saúde de 30 profissionais de prontidão.

Para retomar as atividades, a companhia preparou uma série de medidas de precauções para garantir segurança aos funcionários, familiares e clientes. Na volta ao trabalho, os colaboradores receberão kits de cinco máscaras laváveis para uso cotidiano dentro e fora da fábrica.

A empresa também preparou cartilha baseada em recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) a ser distribuída não apenas aos empregados, mas a parceiros, unidades de negócio e rede de concessionárias. O material orienta como proceder na utilização de máscaras, nos deslocamentos no transporte público e o que fazer com eventual surgimento de sintomas da covid-19.

No retorno ao trabalho, a temperatura do pessoal será monitorada na entrada e na saída da fábrica. Pessoas com temperatura acima de 37,5° serão impedidos de acessar as instalações. Higienização de ambientes, máquinas e equipamentos nos intervalos de cada turno também estão nas ações adotadas.

Anúncio

Segundo Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO para a América Latinas, a retomada da produção será gradual, incialmente com metade do quadro e, posteriormente, com outra metade. “A fim de evitar aglomerações, os funcionários de atividades administrativas continuam, na grande maioria, em home office. Queremos todos seguros e protegidos na volta ao trabalho. Na pandemia, estamos enfrentando muitos desafios, num cenário sem precedentes no mundo. Tempos difíceis exigem de nós flexibilidade, resiliência e, acima de tudo, colaboração.”

As orientações de precauções seguem na rede de concessionárias, nas quais o atendimento busca manter distância, uso de EPIs, como máscaras, protetores faciais e luvas, disponibilidade de álcool em gel e, na medida do possível, priorizar a comunicação por telefone e aplicativos.

LEIA MAIS

→Mercedes-Benz acerta acordo e retoma produção no início de maio

→Mercedes-Benz planeja voltar a produzir em maio