Os proprietários de 38.197 unidades do SUV Captur devem procurar uma concessionária para verificação e eventual reparo da fechadura do capô. A  Renault revelou nesta segunda-feira, 7, que o dispositivo pode destravar com o carro em movimento, o que poderia causar grave acidente com riscos de ferimentos e até mesmo fatais.

As unidades envolvidas foram fabricadas entre 20 de janeiro de 2016 e 22 de outubro de 2018 e têm números de chassis não sequenciais de GJ152080 até GJ938860, HJ189623 até HJ671438, JJ001360 até JJ998125, KJ279543 até KJ733972. O tempo de reparo é estimado em até 2 dias úteis.

A Renault também está convocando outros 3.943 proprietários dos modelos Sandero, Logan, Duster, Captur e Oroch, que teriam o orifício de alimentação de óleo fora das dimensões previstas.

Por conta da falha, afirma a Renault, “pode ocorrer deficiência de lubrificação com possível travamento do motor ou incêndio nos veículos. Em casos extremos, existe risco de acidente que pode ocasionar lesões graves e/ou fatais aos ocupantes nos motores 1.6 16V SCe”.

Os veículos envolvidos foram produzidos entre 24 de julho de 2019 e 21 de janeiro de 2020 e os motores, de 30 de agosto de 2019 a 13 de outubro de 2019.

Anúncio

Os chassis de numeração não sequencial do Duster vão de LI090492 até LI207977, da picape Oroch de LI097432 até LI194484, do SUV Captur de LI082304 até LI907878 e MJ349051 até MJ352195, do Sandero de LI069847 até LI322855 e de Logan de LI067148 até LI240832.

A numeração não sequencial dos motores vai de 1.6 SCe vai de Q000539 até Q000608. O procedimento de verificação e substituição do componente é estimado em 1 hora.

Os serviços são  gratuitos e devem ser agendados em uma concessionária Renault. Mais informações podem ser obtidas pelo Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), no telefone 0800 055 5615 ou pelo site www.renault.com.br.

LEIA MAIS

Aos três anos, Kwid segue em ascensão na linha Renault

→Grupo Renault cria nova organização global de marcas


Foto: Divulgação